Entenda a diferença entre bitrem e rodotrem

Nas rodovias brasileiras, duas composições são vistas com muita frequência, por permitirem ganhos na carga transportada. Elas são o bitrem e o rodotrem, mas vocês sabe a diferença entre elas?

Ambas tem uma variedade de configurações, e tem 7 ou 9 eixos, além de comprimento que pode chegar aos 30 metros. A grande diferença entre as duas composições se dá pelo tipo de engate entre a primeira e segunda carreta.

De acordo com o Engenheiro Rubem Penteado de Melo, o rodotrem é o veículo que usa uma dolly, um cambão com rodas. Fora do país, ele é chamado de A-Train, exatamente por conta do formato desse cambão, que, visto por cima, se parece com uma letra A.

Bitrem não usa a dolly. O acoplamento é feito diretamente entre o chassi da primeira carreta e o chassi da segunda, por meio de pino-rei e quinta roda.

Lá fora, especialmente na Austrália, esse tipo de composição é chamada de B-Train, e o nome foi abrasileirado, se tornando o famoso bitrem. Na versão com 9 eixos, sendo três em cada carreta, ele é chamado de bitrenzão.

Alguns países ainda usam um terceiro tipo de composição, chamada de C-train ou H-train, que usa uma dolly com barras paralelas e eixos direcionais (eixos do tipo manga), para reduzir a amplificação traseira.

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

3 thoughts on “Entenda a diferença entre bitrem e rodotrem

  • 06/12/2022 em 17:01
    Permalink

    Usando BI trem é um motorista a menos empregado….

    Resposta
  • 02/12/2022 em 05:33
    Permalink

    Muito boa a explanação sobre este assunto específico, achei que ficou faltando falar de capacidade.

    Resposta
  • 01/12/2022 em 15:51
    Permalink

    Acho um absurdo esses caminhoes bi trem rodarem em ridovias pista simples

    Resposta

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal