Ypê avança em inovação e tem o primeiro caminhão com Nível 4 de automação do Brasil

Com a busca contínua por inovação e excelência operacional, a Ypê – empresa 100% brasileira e uma das maiores fabricantes de produtos de higiene e limpeza do país – dá mais um e importante passo por meio da aquisição do primeiro caminhão com Nível 4 de automação do Brasil.

Trata-se de um caminhão totalmente automatizado, o modelo cavalo mecânico Atego 1730 autônomo, que está em processo de configuração e parametrização da solução de automação para operação específica na matriz da Ypê, na cidade de Amparo (SP). O veículo é um projeto em parceria com a Mercedes-Benz do Brasil e a startup Lume Robotics, responsável pela tecnologia de automação agregada ao veículo.

“A Ypê é uma empresa que sempre foi inovadora e este projeto confirma nossa visão de futuro. Fizemos 72 anos e trabalhamos com a indústria 4.0 em todas as nossas fábricas. Agora teremos um novo Centro de Distribuição em Amparo, que foi transformado em um dos mais modernos e tecnológicos do Brasil e de toda a América Latina. Tudo já é autônomo dentro do CD, mas havia um hiato entre a fábrica com tecnologia de ponta e este CD totalmente inovador. Com este projeto, expandimos a inovação de um lugar ao outro”, afirma Jorge Eduardo Beira, vice-presidente de Operações da marca. “Sendo o nível 4, o veículo traz mais produtividade e segurança. E além disso, com menor impacto no meio ambiente. Já que, por conta das manobras precisas, gera menos carbono. Então unimos toda esta inovação com a visão de sustentabilidade”.

No Nível 4 de automação, o caminhão se movimenta em áreas confinadas e controladas, a baixa velocidade e com alta precisão nas manobras. “Devido à atuação de diversos sensores e câmeras, o sistema da Lume Robotics reconhece todos os obstáculos que foram mapeados, incluindo pedestres. Com inteligência artificial, o caminhão memoriza todas as características do local onde atua”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “É importante ressaltar que o motorista segue presente na logística da operação, acompanhando o processo e podendo até realizar outras tarefas”.

O executivo da Mercedes-Benz informa que a Ypê aprovou essa ideia e foi a primeira a adquirir o Atego autônomo, que está, então, sendo preparado para operar, durante 24 horas por dia, para carregamento e descarregamento automáticos no interior da fábrica de Amparo, transferindo produtos entre as linhas de produção e o centro de distribuição, que também são interligados por um sistema de automação industrial.

Deixe um comentário!

Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos Montagem de caminhões no Brasil segue em alta Uso do celular aumenta entre motoristas