INSS, um seguro com certeza de retorno!

fnm-21

Muito se fala sobre o salário dos motoristas, condições de trabalho, melhoria nas estradas, entre outros problemas que afligem a categoria, só que o que ninguém lembra, ou só lembra quando precisa, é da contribuição do INSS. O INSS é um valor X pago todo mês ao governo para garantir o fundo da previdência, se você é funcionário este valor é descontado do seu salario, se você é autônomo você paga um carne com um valor por você escolhido baseado em números de salários mínimos.

Este fundo de previdência vem com o intuito de auxiliar o empregado ou autônomo em caso de um possível acidente ou problema de saúde que cause invalidez permanente ou temporária do exercício da profissão, e vem principalmente para garantir sua aposentadoria depois de algum tempo de contribuição (períodos variam de acordo com a profissão). E ele funciona de maneira simples, você paga hoje para bancar os aposentados de hoje, amanha quem paga ira bancar você que estará se aposentando, e assim sucessivamente, por isso quem  paga a mais tempo é mais beneficiado, entre outros detalhes que não é o foco deste texto.

talo-carn-gps-inss-pacote-com-5-unidades_MLB-O-4055669109_032013

O grande problema do INSS é a falta de fiscalização nos casos onde o pagamento é obrigatório (no caso de funcionário com carteira assinada) e a falta de interesse (ou muitas vezes informação) do autônomo em pagar tal beneficio. Eu particularmente não acredito nesta ideia de “falta de informação” pois todo trabalhador, desde o autônomo até o funcionário, tem interesse em se aposentar um dia e com certeza ele sabe o que se faz necessário para receber tal beneficio, porque a aposentadoria não cai do céu. É a mesma coisa de dizer que esta com sede, mas não sabia que para saciar tal vontade precisava ir na fonte beber agua.

Histórias de companheiros com problemas no INSS não faltam, desde um funcionário que não “sabia” que o patrão não pagava até um autônomo que diz não pagar para não dar dinheiro para políticos. Mas o que essas historias tem em comum é que esses problemas e bricas com o INSS sempre surgem quando a pessoa precisa do recurso e vai atrás, e vê que a historia não é aquela que ele ouvia nos pátios de posto ou sala de espera de descarga.

carteira

A profissão de caminhoneiro é uma das que expõem o ser humano em maior risco, seja ele grande ou pequeno, desde um acidente grave até uma pequena fratura ocasionada por um descuido cotidiano. O importante é que se você precisar ficar parado e não puder trabalhar o INSS esta ali para auxiliar na compra de remédios, ataduras, entre outras coisas que se fazem necessárias no tratamento de um enfermo. E claro que a aposentadoria é o bem maior, depois de vários anos de trabalho você pode descansar, parar de trabalhar eu não digo, mas ter um dinheiro garantido para não precisar trabalhar dia e noite para sustentar sua família, já que nesse período com toda certeza, sua idade não permitirá tal feito.

Então venho dizer e aconselhar você funcionário que não trabalha de maneira formal (sem carteira assinada), se formalize, se já é formal arrume 1 horinha de seu tempo e vai no RH da sua empresa e procure saber melhor sobre suas taxas de INSS, se estão sendo pagas de maneira regular. Você autônomo, pague, mesmo que ainda falte muito tempo para se aposentar, pague o minimo pelo seguro contra acidentes, procure um advogado previdenciário para se informar melhor e começar a pagar.

Porque a nossa ferramenta de trabalho é o caminhão, mas o caminhão não anda sem o nosso corpo estar funcionando de maneira correta, e se o caminhão não anda, ele não gera renda. E se um dia isso vier acontecer o INSS esta ai para auxiliar no momento difícil. Lembrando que é uma pequena taxa hoje, mas que amanha pode ser de grande valia, já que em momentos de dificuldade toda melhora é bem vinda. E hoje o sistema previdenciário nacional ainda é um dos poucos órgãos que ainda funcionam.

Abraço!
Hélio David.




Um comentário em “INSS, um seguro com certeza de retorno!

Fechado para comentários.