Blog do Caminhoneiro visita a Fábrica da Iveco

por Blog do Caminhoneiro

Viagem Iveco - Sete Lagoas - Blog do Caminhoneiro (29)Na última semana estivemos em Sete Lagoas, junto à outros blogueiros, Lucas Duarte do blog Caminhões e Carretas, Érico Rafael do Midia Truck Brasil, e também com dois colunistas do Blog da Iveco, Wagner AraújoCristiano Bueno. Além de ser um visita técnica à fábrica, onde pudemos conhecer em detalhes os processo e produtos, também tivemos a oportunidade de fazer um teste em três modelos de caminhões Iveco.

A visita se iniciou pela área de montagem da carroceria do furgão Fiat Ducato, de onde também saem Peugeot Boxer e Citröen Jumper, que são basicamente o mesmo modelo, com alguma alterações entre versões. Nessa área também feita a montagem das cabines dos caminhões Iveco, com exceção de Trakker e Vertis, que são modelos importados da Europa e China, respectivamente. Mesmo que a planta tenha muita automação, com o uso de diversos robôs, a mão-de-obra humana é presente em todas as etapas.

Viagem Iveco - Sete Lagoas - Blog do Caminhoneiro 2 (5)Todos os processos feitos em cada uma das cabines leva em consideração à qualidade final do produto, onde qualquer defeito apresentado é corrigido. Caso seja um defeito grande, todo o produto é descartado. Porém esse extremo não é frequente, visto que todos os processos produtivos tem um alto e rigoroso controle de qualidade.

Viagem Iveco - Sete Lagoas - Blog do Caminhoneiro (100)A próxima etapa do processo é a cabine de pintura. Todos os caminhões passam por uma criteriosa série de banhos químicos, onde as chapas metálicas cruas são tratadas para evitar corrosão e problemas de desgaste prematuro. Depois disso, as peças passam em uma estufa de cura, a cerca de 160ºC, onde são “assadas” e saem na cor caramelo. Posteriormente recebem uma camada de PVC na parte inferior, também conhecida como “bate pedra”. Finalizado esse processo as cabines são enviadas à sala de pintura, onde passam por uma sequência de pintura manual e automatizada, e finalmente estão prontas para a montagem final.

Viagem Iveco - Sete Lagoas - Blog do Caminhoneiro 2 (2)Em geral, a maioria dos modelos saí de fábrica na cor branca, que pode ser explicado pela facilidade da cor para personalização de frotas, sendo a cor mais comum no país. Porém a linha de cores do grupo CNH é extensa, e todo o sistema é preparado para fazer caminhões na cor que o cliente preferir.

A próxima planta é onde ocorre a montagem final dos modelos. Basicamente são linhas de montagem em formato de M. Por uma perna entra o chassi, que é montado completamente e na outra perna entra a cabine crua, onde recebe todos os acessórios e componentes internos para no final se unir com o chassi e sair pelo meio do M, até a finalização completa do caminhão.

Viagem Iveco - Sete Lagoas - Blog do Caminhoneiro (93)

Produção do Vertis e Trakker continuam a todo vapor

As linhas de montagem são divididas em leves, médios e pesados, além da linha Ducato, da Fiat. Também é montado nessa área o chassi 170S28, ônibus urbano da Iveco que vem sendo muito bem recebido pelos frotistas e conquista uma pequena mas crescente fatia de mercado.

A tarde pudemos fazer o que gostamos de fazer: DIRIGIR. Foram disponibilizados três modelos, sendo uma Daily 35S14, um Tector 240E30s e um Stralis Hi-Way 800S560TZ 6×4. A pista de testes da Iveco tem 1.630 m de comprimento, e tem formato oval. Nela também há uma área para testes de blindados, como o Guarani, também produzido na fábrica da Iveco, mas que não tivemos acesso por questões de segurança do projeto, visto que é feito em parceria com o Exército. Também há, em anexo à pista, uma área de asfalto super-liso, de modo a reduzir consideravelmente os ruídos de rolagem dos pneus, para testes de emissões de sons dos caminhões e também uma pista off-road.

Viagem Iveco - Sete Lagoas - Blog do Caminhoneiro (58)A pista de teste é asfaltada, com as curvas com ângulo, e reproduz com precisão as nossas estradas, com ondulações e vibrações tipicas do asfalto brasileiro. Tivemos a oportunidade de testar três caminhões novinhos, recém saídos da linha de montagem. A Daily tinha apenas 36 km marcando no odômetro.

A Daily é o caminhão-carro, ou carro-caminhão. É simples de dirigir, tem excelente aceleração, bom poder de frenagem e responde muito bem em retomadas. Além disso se mostra com excelente dirigibilidade. A grande vantagem deste caminhãozinho é poder ser dirigida com carteira de habilitação categoria B.

Viagem Iveco - Sete Lagoas - Blog do Caminhoneiro (50)O Tector é um excelente caminhão. Pudemos testar a versão de 280 cavalos e teto baixo, na configuração 6X2.  Dentro do caminhão, o isolamento acústico cumpre bem o seu papel, os sons externos são minimizados e o motor é ouvido sem fazer o ouvido sofrer. E o motor ronca suave, mas mostra sua força. O câmbio manual bem escalonado faz com que as trocas de marcha sejam feitas sem esforço, com engates fáceis e precisos.

O Hi-Way 800S560TZ 6×4 é o caminhão mais completo da Iveco. Trata-se da versão com motor de 560 cavalos, tração 6×4 e cabine leito teto alto. O conforto é excepcional. A cama é excelente. A posição de dirigir é confortável e a visão externa é grande graças a grande área envidraçada. O volante tem regulagem pneumática de posição, assim como o assento. A cabine é ampla, com vários porta-objetos. Em resumo, é um caminhão potente, confortável e econômico. O teste de rodagem mostra também uma cabine silenciosa, com rodar macio. A frenagem, que combinada com o sistema de freio motor e intarder, chega à quase 1.000 cavalos de potência, faz com que o caminhão pare sem o uso do pedal de serviço. Claro que este teste foi feito com o veículo sem implemento, mas mostra o real poder de frenagem do caminhão.

Blogueiros e equipe Iveco

Blogueiros e equipe Iveco

Nesta visita pudemos ver e conhecer ainda mais os produtos da Iveco Latin America, e a sinergia entre as empresa do Grupo CNH Industrial, e a força que a Iveco tem no Brasil. O Blog do Caminhoneiro agradece a oportunidade dada pela empresa!

Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!