Artesp apresenta projeto para instalar áreas de descanso para caminhoneiros no Rodoanel

por Blog do Caminhoneiro

A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) apresenta nesta terça-feira, dia 24, em Audiência Pública na sede do DER, o projeto de concessão para implantação de quatro áreas de descanso para caminhoneiros com postos de serviço ao longo de todo o Rodoanel Mário Covas (SP-021). A proposta prevê a instalação de uma área em cada trecho do anel viário (Leste, Oeste, Sul e Norte). A previsão é de que a consulta pública ocorra ainda este ano.

A concessão prevê que o privado realize investimentos e mantenha a estrutura adequada e com qualidade ao longo do contrato. Além da área de descanso para os caminhoneiros e infraestrutura para abastecimento dos diversos tipos de combustíveis, os locais terão de oferecer serviços mínimos obrigatórios, como, por exemplo, apoio de borracharia, auto elétrico e mecânica, área de alimentação e loja de conveniência. No perímetro específico das áreas de descanso para caminhoneiros haverá um pátio iluminado com segurança patrimonial 24 horas, monitoramento por câmeras, portaria para controle de entrada e saída e pontos de energia elétrica para cargas refrigeradas. Além disso, haverá tanque para lavagem de roupas, sala de descanso, refeitório, telefone público e serviço de internet gratuita.

O modelo de concessão permitirá ainda que o vencedor da licitação, além dos serviços mínimos previstos no edital, desenvolva empreendimentos com finalidade associada, como implantação de pequenos centros de compras, área para lazer, hospedagem e outras atividades capazes de gerar receita adicional.

Com a conclusão do Trecho Norte, programada para o ano que vem, o Rodoanel terá 180 quilômetros de extensão (considerando os acessos), sendo responsável pela ligação das principais rodovias que passam pela Região Metropolitana de São Paulo. O segmento com maior fluxo é o Trecho Oeste, por onde passam diariamente 95 mil veículos em média. No Trecho Sul são 52 mil por dia e no Leste, 24 mil. Quando for inaugurado, o trecho Norte deve receber inicialmente 20 mil veículos em média por dia. A implantação desses postos de serviço e áreas de descanso para caminhoneiros aumentará o conforto e a segurança dos usuários do Rodoanel, com oferta de serviços de qualidade.

A ideia é que o Estado disponibilize áreas para os investidores. Os terrenos identificados como aptos a receber os postos de combustíveis foram selecionadas com o trabalho desenvolvido por técnicos da Dersa, Cetesb e ARTESP.

A Audiência Pública acontece no auditório do DER, na Avenida do Estado, 777, 5º andar, ala B, São Paulo (SP). Para participar da audiência, os interessados terão de fazer inscrição, até às 16h desta segunda-feira (dia 23), em formulário disponível no site da ARTESP (www.artesp.sp.gov.br/transparencia-audiencias-publicas.html), conforme divulgado anteriormente em publicação no Diário Oficial e em jornais de grande circulação. A ARTESP também fará transmissão online da Audiência em sua página oficial do Facebook (@artespoficial), a partir das 10 horas do dia 24 de outubro. A ARTESP também estará recebendo, a partir de amanhã (24), sugestões da sociedade para aprimorar os estudos prévios do projeto através do e-mail novasconcessoes@artesp.sp.gov.br . Sugestões e dúvidas podem ser enviadas até o dia 10 de novembro.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

15 comentários
0

Artigos relacionados

15 comentários

Paulo José Ferrari 07/12/2019 - 18:37

E as empresas vão fazer o que? Ficamos na rua sem nada por horas,as vezes dias para descarregar!!!algumas montadoras sem condições nenhuma nem de se usar um banheiro!!!

Reply
Dalison Azevedo 26/10/2017 - 10:30

Se não tiver policiamento vai virar mas um ponto de apoio aos ladrões de caminhao.

Reply
Edson Luiz Sauer 25/10/2017 - 23:18

Se fosse país sério já teriam feito na construção da mesma..Pois se existe restrições para caminhão no país em que o transporte é quase todo rodoviário..Mas os próprios empresários do setor não dão a mínima..O motorista paga a conta.

Reply
Milton Raymundo 25/10/2017 - 22:59

Demorou muito tempo para isso artesp

Reply
Cledson Donaldson R Sena 25/10/2017 - 18:25

Pelos impostos que pagamos, já era pra existir áreas de descanso pra nós caminhoneiro há muito tempo.

Reply
Wyllyan Gonçalves 25/10/2017 - 18:05

Na teoria blz mas na prática

Reply
Adriano Rinaldi 25/10/2017 - 17:19

Descanso ou parada pra assalto?

Reply
Odairppreto Antonio Pinto Preto 25/10/2017 - 16:56

E tem alei e nao cumpre a mesma so multam nos somo burros de carga

Reply
Odairppreto Antonio Pinto Preto 25/10/2017 - 16:55

Ja ers pra ter faz tempo as areas todss as rodovias e nao tem onde pada os carretas em todo o pais brasil.pedagiada sem acostatamento so cobra caro e mao fazem nada.estacionamento

Reply
Eder Barbosa 25/10/2017 - 15:37

Se isso acontecer preparem o bolso que o pedágio vai subir

Reply
Rogério Silva 25/10/2017 - 14:41

Esperemos sentados! Pois ponto de parada e descanso não é o forte do governo para com nós caminhoneiros! Não me iludo pois o que fazem é só resoluções pra nos ferrar e só.

Reply
Reinaldo Ribeiro 25/10/2017 - 14:26

Desde q tenha segurança pq pagamos pedágios caros

Reply
Ayslan Padovan 25/10/2017 - 13:36

+-1000 vagas no minimo

Reply
Alessandro Cristiano 25/10/2017 - 13:35

Demoro vamos ver se vai sair do papel ou se vai ser mais ponto arecardar dinheiro

Reply
Wagner Sievers 25/10/2017 - 13:31

Desde que tenha segurança e otimo pq rodoanel para ali e pedi p ser roubado

Reply

Escreva um comentário