O principal problema na oficina quando o assunto é transmissão




O motorista chega na oficina e diz que não consegue mudar a marcha do caminhão. O mecânico vai precisar descobrir o que causou o problema. A WABCO, fornecedora global líder em tecnologias e serviços que melhoram a segurança, a eficiência e a conectividade de veículos comerciais, explica que, muitas das vezes, uma troca inadequada ou a utilização de um filtro secador de ar incorreto pode causar danos e a inoperância do sistema de transmissão manual automatizada (Automated Manual Transmission – AMT).

“O correto é a utilização de um filtro secador de ar coalescente, que possui características técnicas para a retenção das partículas de óleo e água que contaminam e danificam não só os componentes do sistema AMT, mas também demais partes do sistema pneumático”, explica Osmar Lopes, coordenador de assistência técnica e treinamento da WABCO e responsável pela WABCO Academy América do Sul.

Quando o veículo apresenta o problema, uma avaliação mais detalhada do sistema AMT é necessária, verificando se outros componentes como vedações de borracha, sensor de pressão, sensores de posição ou componentes elétricos não foram impactados pela contaminação. Além disso, o filtro secador precisa ser substituído e instalado um filtro correto. A WABCO recomenda sempre peças originais, das mesmas marcas que as utilizadas pela montadora quando o veículo saiu da fábrica. Com itens originais, o reparador sabe que o serviço contou com produtos de igual padrão de qualidade da peça que a montadora aplicou no veículo. Após a reparação é fundamental realizar os testes e fazer a calibração da caixa no veículo. A caixa de câmbio ou caixa de marchas tem a função de multiplicar a força ou a velocidade do motor que são transmitidas para as rodas.

A WABCO desenvolve soluções customizadas de automatização de transmissão manual que transformam efetivamente uma determinada caixa de câmbio em uma transmissão automatizada. A AMT WABCO é líder de mercado. O controle automatizado minimiza a fadiga do motorista por evitar o movimento repetitivo de mudança de marcha. Também reduz o desgaste da embreagem, já que a mudança de marcha é feita automaticamente e no momento correto. Isto representa uma redução nas despesas com combustível e nos custos de manutenção do veículo.

A WABCO Academy, centro de excelência em treinamento técnico, programou para este ano uma série de cursos sobre funcionamento, diagnóstico e manutenção de sistemas de freio, de controle eletrônico de freio e de transmissão para veículos comerciais. Reestruturado, o programa conta com novos cursos para aprofundar a abordagem de diferentes produtos e melhor atender a necessidades de profissionais de acordo com o grau de conhecimento. “A filosofia da WABCO Academy é compartilhar conhecimento prático e informações obtidas ao longo de anos de experiência”, diz Lopes. Um dos cursos oferecidos é sobre o sistema de caixa automatizada com nomenclatura AMT. Para mais informações, telefone para 0800 707 0885 e acompanhe o Facebook WABCO Brasil (https://pt-br.facebook.com/wabcobrasiloficial).

As soluções da WABCO estão presentes mundialmente em caminhões, ônibus e semirreboques, inclusive para veículos especiais como rodotrens, bitrens e demais configurações brasileiras. O portfólio da WABCO conta com produtos imprescindíveis para a segurança veicular, para o conforto e a eficácia do motorista e para a eficiência no transporte de passageiro ou carga.




Deixe sua opinião sobre o assunto!