PRF escoltou 1.129 caminhões nesta terça




A Polícia Rodoviária Federal (PRF) escoltou, nesta terça-feira (29), 1.129 autocargas, entre caminhões e carretas, para diversos locais do país. Os veículos encontravam-se retidos em vários pontos da manifestação dos caminhoneiros, que completou hoje o seu nono dia. Caminhões-tanque seguiram para vários aeroportos.

Com a perda da força do movimento dos caminhoneiros, após o governo federal ter atendido as reivindicações da categoria, grande parte dos motoristas de autocarga resolveu desmobilizar-se, buscando seguir para os seus destinos. Entretanto, vários deles foram desestimulados, através de atos de ameaças, a não prosseguirem. E para garantir o direito desses caminhoneiros a PRF realizou a escolta dos quase 1.200 veículos. As escoltas aconteceram em diversos estados do país. No Distrito Federal a PRF escoltou, pela BR 040, alguns comboios de caminhões, que partiram de Brasília até a cidade de Luziânia-GO. Já na Baixada Fluminense, mais precisamente na cidade de Seropédica, onde existe o maior ponto de concentração de motoristas no Rio de Janeiro, vários comboios foram escoltados para diversas regiões do estado carioca.

O trabalho da Polícia Rodoviária Federal foi percebido em outras partes do Brasil, como no Mato Grosso do Sul, onde caminhões e carretas partiram escoltados com destino a diversas cidades do estado e para fora dele. No Nordeste, por exemplo, a PRF escoltou mais de 200 autocargas somente no Maranhão. A maioria, da capital, São Luís, para o interior do estado. Em Sergipe várias carretas com combustível de aviação foram escoltadas até o aeroporto da Capital, Aracaju. Em Palmas, no Tocantins, 18 caminhões-tanque chegaram ao aeroporto Lysias Rodrigues graças ao trabalho da PRF.

LEIA MAIS  Alcides Cavalcanti é o novo Diretor Comercial de Caminhões da Volvo

Os trabalhos de escoltas feitas pela PRF foram vistos em quase todo o país, ao longo do dia. Este serviço será mantido pelo tempo que for necessário até a total desmobilização do movimento. A PRF contou com o apoio do Exército Brasileiro em várias escoltas realizadas até o momento.

Deixe sua opinião sobre o assunto!