Após reunião com governo de SP, caminhoneiros encerram greve no Porto de Santos




O governador Márcio França recebeu no Palácio do Bandeirantes, na noite desta quinta-feira, 31/05, representantes de três grandes associações, que congregam cerca de 1.600 caminhoneiros autônomos, em busca de soluções para o fim da greve no Porto de Santos. Durante a reunião, o grupo decidiu descer a serra para promover uma assembleia. Às 22h, no Retão da Alemoa, foi decidido fim da greve no Porto de Santos.

“Com a volta ao trabalho no Porto de Santos o país retorna à normalidade. Os caminhoneiros e o governo do Estado de São Paulo fizeram do diálogo o caminho para a solução de um problema que afetou o Brasil. Isso é a prova de que a boa política representa o melhor caminho para enfrentar as crises”, ressaltou Márcio França.

Um dos pontos reivindicados pelos manifestantes, o fim do pedágio do eixo suspenso, está vigorando desde quinta-feira, 31/05. O governo estadual não precisará repor as perdas às concessionárias. No lugar prorrogará a validade dos contratos de concessão.

Deixe sua opinião sobre o assunto!