CARRETEIRO CAUTELOSO – Cavalo Mecânico Mercedes Benz LS 1929 6×2




Dirigir caminhão truck ou toco
é uma responsabilidade tamanha.
Não dá para andar como um louco.
Tem que conduzir o bruto na manha.

Já dirigi caminhão truck e toco
e por isso sei do que falo.
Não encaro dificuldades no soco.
Na alegria, a vida eu embalo.

Tenho ao meu lado joia rara
que me motiva a rasgar asfalto.
Seu amor por mim ela declara.
No amor por ela eu me pauto.

Ford, Volvo, Volkswagen, Iveco ou Scania
Me entendo bem com qualquer marca.
Anoiteço em Londrina, amanheço em Goiânia.
Boa lona, meu carregamento não encharca.

Tempo do motor, a marcha encaixa.
e a viagem assim engrena.
Oitenta, mantenho essa faixa.
Na estrada, minha condução é serena.




Quando dirigi um Mercedes Benz
parecia minha cara metade.
Com ele sabia que iria muito além.
Era antigo, mas essa marca não tem idade.

LEIA MAIS  Empresa desenvolve tecnologia que combate o jammer, utilizado pelos bandidos para roubar e esconder veículos

Um dezenove vinte nove na carcaça
mas a essência com muito poder.
Motor dos quatrocentos cavalos passa.
Um terceiro eixo no cavalo dá para ver.

Com essa potência à disposição
Levo muita carga no Mercedes Benz.
Dois semirreboques na composição.
Assim com ele ando como britem.

Quando na estrada, eu o dirijo
quem o vê no bitrem até estranha.
Mas o bruto é muito forte e rijo.
Dos mais modernos não apanha.

Por ser cavalo mecânico antigo
não chama tanto a atenção.
Por isso corro menos perigo
de ser assediado por um ladrão.

Com ele ganho meu pão
e divirto-me no trabalho.
Na estrada mantenho atenção.
Da proteção de Deus me valho.

A esposa preocupada tem um presságio
e que eu tenha cuidado na viagem.
O que me assusta é o preço do pedágio.
Do meu lucro rouba imensa margem.

LEIA MAIS  Congresso mantém multas que caminhoneiros receberam durante à greve

Na ultrapassagem não sou abrupto
pois respeito o espaço alheio.
Pago impostos, o governo é corrupto.
Por mudanças na política eu anseio.

Mas da estrada eu não desisto
Gosto muito daquilo que faço.
Sou guiado por Jesus Cristo.
Eu dirijo e Ele guia o cavalo de aço.

Quase chegando, venço o cansaço.
Outras dificuldades também supero.
No regresso, quero aquele abraço.
Pela mulher que amo, ser recebido espero.

Autor: Roberto Dias Álvares




Deixe sua opinião sobre o assunto!