Carregadeira SDLG atinge 15 mil horas de operação sem deixar de produzir




Introduzidas em 2008, muitas carregadeiras da SDLG já atingiram a marca de 15 mil horas de operação. Uma delas, que produziu sem intervalos, é a LG938L, pertencente à Serraria do Barrocão, empresa localizada na cidade de Piratini, na região Sul do Rio Grande do Sul. “A disponibilidade é um dos mais importantes atributos de um equipamento de construção. As máquinas SDLG são reconhecidas cada vez mais por essa qualidade. Estar disponível durante mais tempo significa mais rentabilidade para o cliente”, declara Gilson Capato, diretor comercial da SDLG no Brasil.

“Nunca tivemos problema algum. A nossa carregadeira trabalha das 7 da manhã às 9 da noite, sem parar. Nós indicamos esta máquina”, afirma Jeder Quevedo, proprietário do equipamento. Ele adquiriu a LG938L em 2012. De lá para cá, a carregadeira nunca parou de trabalhar na empresa, que atua num polo madeireiro onde existem cinco serrarias, que processam uma média mensal de 5 mil metros cúbicos (m³) de pinus, numa região onde estão plantados aproximadamente 17 mil hectares de pinus.

Produtividade elevada

“Ela trabalha sem cessar. Só interrompe a jornada para a troca de operador”, observa Quevedo. O trabalho da máquina consiste principalmente na alimentação da serraria com toras de madeira, mas, nos intervalos, ela é usada também para retirar os pallets da produção e para carregar os caminhões com a biomassa, que posteriormente é vendida para a queima de energia. “É uma carregadeira muito versátil”, ressalta Capato.

Quevedo explica que o suporte técnico da marca e a manutenção preventiva feita pelo distribuidor foram fundamentais para garantir a operação contínua da carregadeira, sem interrupção no trabalho. “Foi o que nos proporcionou, inclusive, mais confiança para fechar novos contratos e atender os pedidos de produção”, lembra. Atualmente, a Serraria do Barrocão processa 1,3 mil m³ de pinus por mês.

Recentemente, a LG938L foi substituída pela L938, que ganhou um novo motor e está adequada às regulamentações de emissões atuais. “As carregadeiras SDLG são robustas, confiáveis e tem manutenção simplificada”, destaca Guilherme Ferreira, representante de Produtos da SDLG na América Latina. “Como todos os equipamentos da marca, elas têm uma ampla cabine, com comandos ergonomicamente posicionados, que garantem mais conforto para o operador”, finaliza Boris Sánchez, gerente de Suporte a Vendas e Aplicações da Volvo CE Latin America.




Deixe sua opinião sobre o assunto!