Iveco vende 40 unidades do Hi-Way para a OTD Brasil Logística




A OTD Brasil Logística, com sede em São José dos Pinhais, no Paraná, investe para aperfeiçoar a operação de distribuição de seus produtos no Brasil com a aquisição de 40 veículos pesados Hi-Way 440 cv, da Iveco. “A empresa testou um Hi-Way, e outros três modelos concorrentes. No final da avaliação, a OTD optou pelo produto por fatores como melhor desempenho, baixo consumo de combustível e conforto interno”, afirma Ricardo Barion, diretor de Marketing e Vendas da Iveco para a América Latina.

Já foram entregues 26 unidades para a OTD, e todos os caminhões foram vendidos com o plano de manutenção Essencial, que cobre as revisões preventivas, como troca dos óleos e peças de acordo com o manual de uso e manutenção do veículo.

Barion destaca ainda que parte do lote foi financiada por meio do Banco CNH Industrial. “Temos um portfólio amplo e versátil, além de serviços que proporcionam suporte para o operador no pós-venda”, completa o executivo. A concessionária Florença, de São José dos Pinhais, foi a responsável pela venda dos extrapesados para a transportadora.

LEIA MAIS  Bandidos roubam painéis de quatro caminhões em Americana-SP

Iveco Hi-Way

O Hi-Way é projetado para percorrer médias e longas distâncias, e ainda assim proporcionar economia na manutenção, na operação e no consumo de combustível. Com equipamentos de última geração, itens de longa durabilidade e recursos exclusivos, o modelo garante uma direção segura e confortável.

Além da tecnologia, o veículo também se destaca pelo conforto. Com banco do passageiro e do motorista pneumático, de alto conforto, geladeira de 24 litros, cortina frontal elétrica, basculamento elétrico da cabine, e cama High Comfort, com 2 m de comprimento e 80 cm de largura, equipada com colchão de espuma viscoelástica, o motorista se sente em casa e no seu escritório quando está utilizando o caminhão.

Com o apoio da FPT Industrial, a Iveco desenvolveu um pacote de modificações técnicas que aumentou significativamente o torque e a economia de combustível dos modelos. Essas mudanças contemplam a nova turbina, o novo coletor de escape, o novo volante do motor e o aumento da eficiência do sistema de arrefecimento, além de uma nova calibração geral de motor e transmissão, onde reposicionou a curva de torque, reduzindo pela metade o tempo de resposta da turbina e troca de marchas.

Deixe sua opinião sobre o assunto!