Mercedes-Benz espera que 2021 seja um ano excelente para a indústria

por Blog do Caminhoneiro

O Blog do Caminhoneiro, junto com os portais Caminhões e Carretas e Midia Truck Brasil, participou recentemente de uma conversa virtual com Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. O executivo contou o que viu em 2020 e o que espera para 2021.

De acordo com Leoncini, no início da pandemia, foram traçados diversos cenários para a venda de caminhões e ônibus, muitos deles esperando grandes quedas nas vendas desses veículos. Mas o que se mostrou, no decorrer do ano, foi uma forte recuperação da economia, mesmo sem a pandemia estar totalmente sob controle.

O executivo também destacou que a indústria tem enfrentado dificuldade de obtenção e aumento de custos dos componentes para produção. Os principais insumos que tiveram valores aumentados em grande escala foram os pneus e outros itens de borracha, aço, e também chips, componentes essenciais para a montagem de muitos módulos eletrônicos que vão nos caminhões.

“Essa é a nova realidade. A gente tem um problema sério de suprimentos de chips, que vão nos módulos. A indústria automobilística, num primeiro momento, apagou as operações, e fez um reprograma com os fornecedores. Nesse momento, enquanto a indústria desacelerou, outros segmentos aceleraram, como equipamentos eletrônicos, e esses segmentos tomaram o volume de produção dos fornecedores”, disse o executivo.

O executivo também destacou que a Mercedes-Benz tem produzido nesse momento pedidos realizados em meses anteriores, como novembro e dezembro, e para evitar a quebra de confiança com os clientes, tem absorvido os custos e reduzido as margens de lucro.

Apesar das dificuldades enfrentadas até o momento, a Mercedes-Benz está otimista com a previsão de aumento das vendas para 2021, de cerca de 20%, de acordo com a estimativa da Fenabrave, podendo chegar à marca de 110 mil caminhões vendidos.

Leoncini também destacou que a Mercedes-Benz irá apresentar mais novidades neste ano, além da montadora comemorar 65 anos de operação no Brasil, mas não deu detalhes do que serão essas novidades.

“2021 vem carregado de otimismo, porque temos uma expectativa muito positiva do agro, temos segmentos que se consolidaram e que vão fazer transformações na logística, principalmente na urbana, como acontece com magazines usando lojas como pontos de distribuição, o comércio eletrônico não perdeu a energia mesmo com a abertura do comércio físico, isso veio para ficar”, disse Leoncini.

O executivo também destacou que indústria e construção civil também terão números positivos neste ano, demandando cada vez mais caminhões.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!