Repom passa a ser regulamentada pelo Banco Central do Brasil e já supera 21 milhões de transações por ano




A Repom recebeu a autorização do Banco Central do Brasil para operar com arranjos de pagamento ao ultrapassar um volume de mais de 21 milhões de transações por ano. Pioneira no setor ao criar soluções para pagamento e recebimento de fretes e pedágios do transporte rodoviário de cargas, a marca da divisão de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil está entre as primeiras a ter suas operações reguladas pelo órgão.

“Contamos agora com um ambiente mais controlado e isso agrega credibilidade e transparência à nossa prestação de serviços e nos incentiva a desenvolver ainda mais soluções inovadoras. Com o respaldo da regulamentação, oferecemos ainda mais segurança aos nossos clientes e stakeholders, pois terão a certeza de que contam com um parceiro em total aderência às práticas e aos controles do Banco Central do Brasil”, comenta o diretor de Mercado Rodoviário no segmento de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Thomas Gautier.

Desde 2014, ano em que a Repom entrou com o pedido no Banco Central, a marca tem realizado um forte trabalho para atender aos critérios do órgão. Para isso, a área de riscos foi reforçada para aprimorar a governança interna – a qual está alinhada às práticas do Grupo Edenred –, com foco na melhoria dos controles de riscos operacionais, como os relacionados à tecnologia da informação, finanças, emissão e processamento do cartão, credenciamento de estabelecimentos e à área de atendimento aos clientes. “Nossa expectativa com a regulamentação é que os negócios sejam mais robustos, por isso, vamos nos dedicar ainda mais para que todos os processos estejam alinhados à agilidade das operações”, conclui Gautier.

Antes da lei aprovada em 2013 pelo Banco Central, as empresas de pagamento não-financeiras, como a Repom, não estavam sujeitas à regulação. Desde então, o órgão tem liberado gradativamente as autorizações que estabelecem que arranjos de pagamento que tenham um volume mínimo de R$ 500 milhões ou 25 milhões de transações, em um período de 12 meses, devem ser regulados.

Repom 25 anos

Em 2018, a Repom, pioneira no segmento de soluções de gestão para pagamento e recebimento de fretes e pedágios, completa 25 anos. Com foco no mercado de transporte rodoviário de carga, sua expertise está no desenvolvimento de soluções para gestão de pagamentos de fretes e vales-pedágio, que oferecem ao gestor ferramentas para facilitar seu dia a dia.

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL





Seu e-mail (obrigatório)






Deixe sua opinião sobre o assunto!