Tanqueiros de Minas Gerais entram em estado de greve

por Blog do Caminhoneiro

O sindicato dos motoristas de caminhões tanque de Minas Gerais declararam estado de greve ontem, 02 de setembro, após os aumentos dos valores dos combustíveis. A categoria entrou em negociação pelo aumento do valor do frete, defasado em cerca de 25%. A greve dos tanqueiros não tem apoio de outras categorias do setor de transportes.

O sindicato negocia o pagamento integral dos valores do frete, de acordo com a tabela da ANTT, prevista em lei sancionada em agosto. O tabelamento dos fretes foi criado após a greve geral dos caminhoneiros, que ocorreu na última semana de maio deste ano, paralisando todo o setor de transportes no país.

O estado de greve foi declarado após o aumento do valor dos combustíveis anunciado pela Petrobrás no dia 31/08, que passou a vigorar no sábado, 01/09. Durante essa semana estão previstas uma série de reuniões entre os transportadores e as distribuidoras para negociação dos valores. Os serviços de transporte não foram interrompidos.

Em Minas Gerais atuam cerca de 5 mil caminhões tanque. Uma paralisação geral da categoria poderia desabastecer rapidamente todo o estado.

COMENTAR

Artigos relacionados