Possibilidade de nova manifestação divide opinião de caminhoneiros




Convocada por Wallace Chorão, uma nova manifestação de caminhoneiros marcada para dia 29 em Goiás divide a opinião dos caminhoneiros. De acordo com alguns profissionais do setor, após a eleição, uma paralisação teria pouca efetividade. Já outros comemoram a iniciativa.

De acordo com um vídeo publicado nas redes sociais por Wallace Landim, conhecido como Chorão pelos caminhoneiros, no dia 29 será feita uma paralisação nas rodovias de Catalão, em Goiás, para fiscalização do cumprimento da tabela de fretes.

A ideia foi bem aceita por muitos motoristas, já que em muitas empresa a tabela não vem sendo cumprida, e muitos motoristas são coagidos a carregarem abaixo do valor. Se não aceitarem e cobrarem o valor de acordo com a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas, entram em uma lista negra e ficam impedidos de carregar novamente.

A Tabela de Fretes, como é conhecida a política de valores, foi instituída em maio, após a greve que durou 11 dias e parou o Brasil todo. Essa era uma reivindicação dos caminhoneiros, pois os valores de frete estão defasados há cerca de quatro anos.

LEIA MAIS  Vsafe - Tecnologia embarcada que salva vidas

A ANTT, entidade responsável pela tabela, vem realizando consultas públicas e fazendo diversas reuniões com caminhoneiros e embarcadores para tentar chegar a um meio termo na disputa dos valores. Setores, como o agronegócio, se negam a pagar os valores de acordo com as planilhas da ANTT.

A tabela leva em consideração o tipo de caminhão, tipo de carga e quilometragem da viagem para criar valores de referência para o transporte. Porém, mesmo vigente, para as empresas que não cumprem a tabela não está havendo nenhuma penalidade, e a ANTT não tem feito fiscalizações para verificar os valores pagos aos caminhoneiros.

A ideia de uma fiscalização feita com as próprias mãos é uma das soluções encontradas por Wallace Chorão para identificar as empresas que não cumprem a lei, e que possam estar coagindo os caminhoneiros a aceitarem valores inferiores.

LEIA MAIS  JBS consegue reformar decisão baseada em jornada inverossímil informada por motorista

Wallace Landim ganhou bastante fama entre os caminhoneiros após a greve, participando ativamente de reuniões com o governo federal e trabalhado para que empresas embarcadoras melhorem suas estruturas para recebimento dos caminhoneiros e suas famílias. Ele foi candidato à deputado federal pelo estado de Goiás, e recebeu 14.171 votos, mas não se elegeu.




3 comentários em “Possibilidade de nova manifestação divide opinião de caminhoneiros

  • 29/10/2018 em 19:17
    Permalink

    Maus nobres, boa noite!
    Quero ver se tem macho para fazer paralisação depois da posse do Bolsonaro! Vai receber cacetetada por todo lado, eles só querem um motivo para atacar!!!

    Resposta
  • 28/10/2018 em 07:33
    Permalink

    Bom dia eu Cláudio motorista autônomo moro no MS sou a favor da paralização mas acho que tem que ser nacional não só no Catalão GOS .

    Resposta
  • 26/10/2018 em 11:05
    Permalink

    Bom dia, meu nome e Cleberson Gomes, tenho categoria AD , mas não tenho experiência, tão falando q tem muitas vagas pra motorista capacitados, tenho todos os cursos mas não consigo vaga por não ter experiência profissional, como posso ter a experiência se bnã consigo uma vaga, moro em Manaus-AM se alguém tiver uma vaga estou a disposição para trabalhar meu e-mail [email protected] e o telefone (92)993851503

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!