Veneza Equipamentos Sul chega ao Paraná e Santa Catarina




A Veneza Equipamentos Sul começou a operar, em fevereiro, a distribuição de equipamentos de construção (linha amarela) John Deere nos Estados do Paraná e Santa Catarina. Com vasta tradição no Nordeste do Brasil, a empresa do Grupo Veneza tem como principal objetivo zelar pelo o atendimento de excelência, proporcionando qualidade e suporte total ao cliente.

O comprometimento visionário adotado pela companhia, que nasceu em 1980, tem por objetivo alavancar novas oportunidades, o que garantiu seu acesso à região Sul com a abertura de três novas unidades de distribuição representando a marca John Deere. São elas: Curitiba (PR), Cascavel (PR) e Florianópolis (SC). A empresa beneficia também o pós-vendas, que presta suporte e assistência técnica em todo o território de atuação, inclusive, com unidades móveis para atendimento aos clientes em campo.

Para acompanhar de perto o andamento do negócio e dar todo o suporte necessário para a operação local da empresa, João Paulo Melo, Diretor Executivo da Veneza Equipamentos Sul, está residente em Curitiba. “Nosso foco é garantir ao cliente uma experiência de alto valor, com foco em produtividade e alta disponibilidade de assistência técnica. Com a atuação do grupo na região Sul, reforçamos nossa missão em zelar pelo atendimento e excelência na prestação de serviços e suporte aos clientes e parceiros, sem abrir mão de novas tecnologias”, salienta o executivo, que considera essencial o acompanhamento das inovações do mercado e, como estratégia, defende o investimento na capacitação profissional dos colaboradores e produtos .

LEIA MAIS  Comissão aprova projeto que autoriza departamentos de trânsito a parcelar multas

A Veneza Equipamentos Sul dispõe de 5 famílias de equipamentos John Deere que são: Retroescavadeiras, Escavadeiras, Pás-Carregadeiras, Motoniveladoras e Tratores de Esteira. Ocupando o segmento premium do mercado de máquinas de construção, os principais diferenciais dos produtos são, entre outros, a qualidade, a tecnologia de ponta e, não menos importante, o baixo custo operacional.

Deixe sua opinião sobre o assunto!