Nicolas Industrie anuncia fechamento da fábrica na França

por Blog do Caminhoneiro

A empresa Nicolas Industries, mundialmente conhecida pela produção do gigantesco caminhão Nicolas Tractomas, anunciou esta semana o fechamento da fábrica de caminhões e implementos e encerramento total da produção de veículos da marca. O parque industrial da empresa situa-se na cidade de Champs-Sur-Yonne, na França.

A empresa já vinha enfrentando perdas graduais de faturamento desde 2014, devido à concorrência em alta no setor de cargas especiais e também à crise econômica enfrentada pela França.

A parada completa da fábrica irá ocorrer em fevereiro de 2019, e pelo menos 70 funcionários serão demitidos. Outros 40 serão mantidos pela empresa, mas apenas para serviços de pós-vendas. A montadora francesa era uma grande exportadora de veículos especiais, como caminhões e linhas de eixo para transportes de cargas superdimensionadas.

A empresa vinha tendo prejuízos acumulados ano após ano desde 2014, quando lucrava mais de 40 milhões de Euros por ano. Em 2016 o prejuízo da empresa já era de quase 7 milhões de Euros.

A Nicolas Industrie foi fundada em 1855, como fabricante de implementos agrícolas, ainda puxados por cavalos. Em 1969 a empresa construiu sua sede atual, na cidade francesa de Champs-Sur-Yonne, quando começou a desenvolver soluções para transporte especial.

Atualmente, o veículo mais famoso produzido pela empresa é o Nicolas Tractomas TR1010 D100, com peso líquido de 71 toneladas, que detém o recorde de maior caminhão rodoviário do mundo.

O caminhão era fabricado em versões 8×8 ou 10×10, com motor Caterpillar V-12 de 27 litros de cilindrada, mais de 1.000 cavalos de potência e torque de 4.000 Nm. O caminhão mede 10 metros de comprimento, 3,5 metros de largura e 4,6 metros de altura. O câmbio é Allison, de 6 ou 2 marchas, automático, e equipado com retarder.

Mesmo com cargas de mais de 500 toneladas, o Tractomas é capaz de rodar em velocidades superiores a 50 km/h. Vazio, o modelo atinge 65km/h.

A cabine do caminhão, assim como algumas outras peças, é a cabine padrão do Renault Kerax, bastante semelhante à linha Volvo VM do Brasil. A cabine é tão alta que são necessários cinco degraus para subir. O piso da cabine fica a 1,85 metro do chão.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário