Empresa de Portugal se especializou na criação de miniaturas personalizadas




A empresa Eurocomponentes é bastante conhecida em Portugal. A empresa é uma grande fornecedora de peças para veículos pesados, e atua nesse segmento desde 1999.

Porém, em 2017 a empresa passou a ter grande fama na internet por outro tipo de serviço: A personalização de miniaturas. Caminhões de empresas são fielmente recriados, com base em modelos Tekno, na escala 1/50. A Tekno fabrica miniaturas das mais variadas, tendo milhares de opções de modelos e combinações de veículos possíveis.

Na Eurocomponentes, à escolha do cliente, as miniaturas são desmontadas e recriadas, seguindo todas as especificações de uma frota real ou de um projeto único. A pintura e toda a personalização é feita à mão, por um profissional altamente capacitado.

As miniaturas recebem as cores da empresa, logotipos, acessórios, novas rodas e qualquer detalhe presente no veículo real. O interior da miniatura também é personalizado, recebendo detalhes e cores iguais aos dos modelos reais.

O cliente pode escolher ainda qual implemento quer na miniatura, como baú sider, transporte de conteiner, baú frigorífico, pranchas e outras opções.

Apesar do trabalho ser muito minucioso, o preço não é alto. Na Europa, as miniaturas Tekno brancas, sem personalização nenhuma custam € 49,00, e as miniaturas personalizadas são vendidas por € 180,00 a € 400,00, dependendo do modelo e nível de detalhamento.

Se não existirem para venda os acessórios que o cliente quiser, a Eurocomponentes cria essas peças no computador, e depois imprime em uma impressora 3D. Com isso, praticamente não há limites para a personalização dos caminhõezinhos.

Desde 2017, a empresa já vendeu mais de 700 miniaturas, que foram entregues para transportadoras de toda a Europa. A empresa não informa se faz envios para o Brasil.




Um comentário em “Empresa de Portugal se especializou na criação de miniaturas personalizadas

  • 17/01/2019 em 16:55
    Permalink

    Show de bola, segue exemplo para fazermos o mesmo aqui no Brasil.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!