Toco ou Trucado: Qual o melhor?

por Blog do Caminhoneiro

A resposta é fácil! O caminhão 6×2 (“trucado”) tem uma série de vantagens quando comparado com o 4×2 (“toco”):

– Maior Peso Bruto Total (PBT): 23 tons contra 16 tons;

– Maior estabilidade: com três eixos o caminhão tem maior estabilidade lateral;

– Para caminhão-trator (cavalo-mecânico) 6×2 de forma similar as mesmas vantagens: com ainda o menor risco do acidente do tipo “L” ou “efeito canivete”, e menor risco de levar multas por excesso de peso nos eixos.

Mas em um quesito o 6×2 sempre perde para o 4×2: capacidade de rampa.

Esse item passa a ser relevante especialmente em rodovias rurais (estradas de terra). Por isso é comum utilizar-se 4×2 por exemplo na coleta de leite pelas estradas rurais até as fazendas. Mas qual a razão da menor capacidade de rampa do trucado?

– Menor peso no eixo de tração!

No 6×2 temos aproximadamente 8.500 kg na tração, enquanto no 4×2 temos 10.000 kg. Considerando um coeficiente de atrito de 0,45 e que, obviamente, o caminhão tem torque suficiente, os resultados são:

– Um caminhão 4×2 (16 tons de PBT) vence uma rampa de até 27,0% (15,1º).

– Um caminhão 6×2 (23 tons de PBT) vence uma rampa de apenas 15,5% (8,8º).

É claro que o condutor sabe disso, e suspende o 3º eixo do trucado quando precisa ganhar tração (aumenta o peso no eixo de tração), mas isso também alivia o eixo dianteiro e pode comprometer a dirigibilidade (o caminhão ficará “passarinhando”, como se fala na linguagem da estrada).

Por isso que “bom mesmo para a terra” é o 6×4: a diferença é enorme! Porque temos nesse modelo 17.000 kg nos eixos de tração:

– Um caminhão 6×4 (com 23 tons de PBT) vence uma rampa de 32,1% (17,8º) na terra.

Mais informações:   www.trs.eng.br    contato@trs.eng.br

Eng. Rubem Penteado de Melo

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário