Bolsonaro determina que Petrobras não realize aumento do preço do diesel nas refinarias

por Blog do Caminhoneiro

A Petrobras anunciou ontem o aumento de 5,74% no valor do diesel, que passaria dos atuais R$ 2,1432 para R$ 2,2662, um aumento de mais de R$ 0,12 por litro. Nas bombas esse aumento chegaria ainda maior. Na noite de ontem, 11/04, a estatal desistiu do aumento, após determinação do Presidente Jair Bolsonaro.

Na justificativa da decisão da Petrobras, a estatal disse que ainda existe margem para realizar a alteração de preço do diesel em alguns dias. Atualmente os reajustes do diesel, se ocorrerem, são anunciados a cada 15 dias ou mais. Essa decisão foi tomada após ameaça de greve de caminhoneiro no final do mês de maio.

De acordo com o Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, alterar o valor agora seria um solavanco na economia. Ele também afirmou que a manutenção do valor do diesel é importante para os caminhoneiros e para o setor de transporte de cargas.

Em seu site a Petrobras publicou a seguinte nota:

A Petrobras informa que, em consonância com sua estratégia para os reajustes dos preços do diesel divulgada em 25/3/2019, revisitou sua posição de hedge e avaliou ao longo do dia, com o fechamento do mercado, que há margem para espaçar mais alguns dias o reajuste no diesel. A empresa reafirma a manutenção do alinhamento com o Preço de Paridade Internacional (PPI).

Nos próximos dois meses a estatal deverá apresentar a versão final do Cartão Caminhoneiro, que permitirá aos transportadores a compra do diesel a preço fixo. Ele funcionará como uma cartão pré-pago. No final de maio foi anunciado o prazo máximo de 90 dias para criação do cartão.

14 comentários

Carlos 14/04/2019 - 01:06

Tá certo o presidente Jair Bolsonaro, a maior fatia do transporte rodoviário brasileiro está na UTI, não comporta mais aumentos sucessivos dos combustíveis. Porque se continuar, mesmo sem greve o transporte vai parar, vai falecer, e pode ser pior. E é preciso cumprir essa tabela de fretes com liberação eletrônica. Mas ela não está bem certa, e pra funcionar tem que inverter umas coisas, ajustar umas e criar outras. E precisa de umas adequações de vários
setores produtivos, cooperativas, sindicatos e do poder público. Essa é a nova realidade do transporte. A tempos atrás desisti da profissão de autônomo porque não deu mais, imaginem agora! Pena, porque eu gosto muito e sei o valor que eles têm para nossa economia. A situação é realmente seria, as transportadoras se aproveitam da situação que os autônomos se encontram com dívidas a pagar e a família pra sustentar, portanto precisam trabalhar, e oferecem fretes irrisórios, sendo que o delas sempre foi perto dessa tabela. Continua como sempre, mas agora tá pior o diesel tá muito caro.

Reply
joao jose 12/04/2019 - 17:21

Ta uma vergonha isso ,Nunca vi isso e não ouvi os derivados subir 2 vezes por semana ta de brincadeira antes era roubo e agora ?

Reply
Josué de Zé de Bia 12/04/2019 - 17:06

Na Venezuela combustivel é de graça e vejam no que deu. O problema do país é a concentração de renda: povo pobre= pouco consumo= pouco faturamento das empresas= frete baixo. Agora que os embarcadores não aumentam o frete mesmo, vão dar a desculpa que o diesel ta congelado. Vê se camioneiro vai sair da pobreza com esse congelamento. O prob desse pais é muito mais sério.

Reply
Eucleres bello 12/04/2019 - 16:20

Se continuar desse jeito o caos vai acontecer!!! Economia estagnada sem perspectiva de crescimento a curto prazo tá difícil..

Reply
Eliseu 12/04/2019 - 15:55

Tomara que o Brasil vire logo uma nova Venezuela, não há outra saída, somente na mais profunda crise social e política que o Brasil melhora. Estamos indo pra este caminho, e não há evolução ou mudança radical sem revolução ou sem colapsos.

Reply
rac 12/04/2019 - 15:08

Cara dá nojo essa Petrobras toda hora que aumentar o preço do diesel esse governo tem que mostrar pusso forte até o momento não teve melhora de nada para facilitar a vida do caminhoneiro a panela de pressão uma hora explode de novo porque ninguém aguenta mais ??????????

Reply
Luiz Antônio 12/04/2019 - 14:49

Tinha que parar de aumentar os postos de combustíveis principalmente aqui em Roraima

Reply
João Carlos Ros Martinez 12/04/2019 - 14:38

Boa tarde não tem como subir óleo diesel agora primeiro precisa fazer cumprir essa tabela fazer valer oque é lei diminuir os pedágios que isso sim está disparando a economia brasileira

Reply
Abadio Ferreira 12/04/2019 - 14:36

Para produzir um barril de petróleo ….custa quanto 25 dólares mais ou menos hoje…então se vender por 50 dólares seria ótimo….100% do valor de custo….ou será que se fosse 30% não seria bom tbm… as demais empresas ganha no máximo 30% só a de petróleo tem esse esquema de comandar o preço …no sistema de cartel gigantesco e difícil por mundo para as pessoas que vive nele

Reply
Antonio Ferreira de Lisboa 12/04/2019 - 13:09

E O SR.BOLSONARO! CORTAR UM POUQUINHO NA CARNE TBEM NE! AFINAL UMA BOA MARGEM DO PREÇO DO COMBUSTÍVEL E IMPOSTO NÃO E?

Reply
Antonio Ferreira de Lisboa 12/04/2019 - 13:05

E ESSA ESTATAL QUE EMPERRA O CRESCIMENTO DO BRASL! E QUEM TEM PEITO PARA BARRAR FARRA DA PETROBRAS E SO O BOLSONARO MESMO , E SE PARAR NOVAMENTE, NÃO TEM QUE SER SO OS CAMINHONEIROS NAO!!! E SO ELES QUE DEPENDEM DE COMBUSTÍVEL???

Reply
Júlio César dos Santos Silva 12/04/2019 - 12:33

Isso prova que podem deixar um pouco a ganância de lado e olhar para nós caminhoneiros, e estão com muito medo de greve,se aumentar vai parar

Reply
strpp 12/04/2019 - 17:20

Ta uma vergonha isso ,Nunca vi isso e não ouvi os derivados subir 2 vezes por semana ta de brincadeira antes era roubo e agora ?

Reply
Marcia 12/04/2019 - 12:10

Pelo menos alguém está pensando nós nossos irmãos da estradas

Reply

Deixe um comentário!