Empresas dos Estados Unidos investem em capacitação para vencer a escassez de motoristas




A indústria de transportes nos Estados Unidos tem uma altíssima taxa de rotatividade, com os caminhoneiros trocando de emprego em busca de uma oportunidade melhor em poucos meses. Além disso, há também uma grande falta de mão-de-obra para esse setor no país, com mais de 60 mil vagas em aberto, devido às dificuldades da profissão e a grande taxa de aposentadorias.

Para driblar o problema, empresas de transporte do estado do Maine estão investindo pesado em treinamento e capacitação de novos motoristas, que não tem experiência.

A empresa Perry Transport, da cidade de Poland, no Maine, é uma das empresas que mais tem dado oportunidade para motoristas sem experiência. Por ano são treinados e contratados cerca de 30 motoristas para trabalhar com os veículos da transportadora.

A empresa treina os motoristas, inicialmente com conhecimentos básicos sobre um caminhão, e vai avançando, até que o candidato esteja apto a pegar a estrada.

A Perry Transport prefere essa abordagem, contratando e capacitando novatos sem experiência, do que contratar motoristas com experiência, mas que tem uma série de atitudes incorretas na estrada.

Outra vantagem para a empresa é que os novatos não veem problemas em trabalhar em uma empresa de transportes sazonais. Isso acontece porque o estado do Maine é um dos que ficam mais ao norte do país, e enfrenta rigorosos invernos, fazendo o transporte parar.

No verão, de abril a novembro, os caminhoneiros da empresa transportam asfalto para obras em rodovias. No inverno eles podem ir para outras empresas parceiras, de outros estados, para continuarem trabalhando.