Actros de corrida atinge 240 km/h

A Copa Truck tem mais uma etapa neste final de semana, e entre as máquinas que competem no campeonato estão caminhões Mercedes-Benz, com algumas diferenças para os modelos de estrada.

A principal diferença é a velocidade. O Actros rodoviário chega à uma velocidade máxima de pouco mais de 100 km/h, adequada para as rodovias. O modelo de competição pode passar de 240 km/h nas pistas, mas precisa de espaço para isso, já que o bruto passa das 5 toneladas de peso.

O motor usa o mesmo bloco do modelo rodoviário, o OM 501 LA, mas com modificações nos componentes para suportar a potência e torque de corrida. O modelo rodoviário tem 456 cavalos de potência a 1.800 rpm, com torque de 2.220 Nm a 1.080 rpm. A máquina de corrida tem 1.250 cavalos de potencia a 3.500 rpm, com toque de 2.300 nm a 1.100 rpm.

A equipe AM Motorsport usa três caminhões Actros 2546 preparados para as corridas. Eles são pilotados pelos experientes pilotos André Marques, com o número 77 e caminhão nas cores preto e dourado, Wellington Cirino com o número 6, totalmente dourado, e a Débora Rodrigues, com o número 7 e Actros nas cores rosa e branco.

LEIA MAIS  Iveco vence o Campeonato Europeu de Corrida de Caminhões

“Nessa atmosfera de competição, o piloto que conduz o Actros pode perceber toda a força, alta performance, robustez, resistência e confiabilidade que são amplamente reconhecidos pelas estradas do Brasil no transporte de cargas. Este campeonato é uma vitrine muito especial, que atrai um grande público, reforçando ainda mais a imagem da Mercedes-Benz como marca top of mind em caminhões no País”, afirma Ari de Carvalho diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil.

Além das modificações no motor, os caminhões de corrida recebem modificações na suspensão, chassi, cabine, freios e trem de força. Essas mudanças garantem mais rapidez nas pistas, com velocidades maiores e retomadas mais agressivas.

Entre as mudanças, destacam-se ainda a menor distância entre o solo e o chassi, rebaixamento do parachoque, suspensão especial e redução da distância entre eixos. A estrutura do para-choque e a carenagem lateral são projetadas para adequar a aerodinâmica ao caminhão de corrida, bem como a refrigeração dos freios, pneus e amortecedores. Já a segurança é garantida pelos freios a disco nas quatro rodas, com sistema especial de resfriamento a água e ar.

LEIA MAIS  Vídeo: Peça solta na pista em etapa da Copa Truck quase acerta piloto

A cabina do caminhão também é totalmente reconfigurada. Ela é menor e recebe banco tipo concha para competições, e também o santantonio, barras de proteção que contribuem para a segurança do piloto. Outra mudança na cabina é o painel de instrumentos, que ganha uma configuração específica para provas com destaque para conta-giros e níveis de água e óleo.

A Mercedes-Benz fornece as peças de reposição para os modelos Actros utilizados nas corridas, especialmente dos motores, que são retrabalhados a cada etapa.




2 comentários em “Actros de corrida atinge 240 km/h

  • 02/06/2019 em 16:46
    Permalink

    pode ser bom na pista mas pro trabalho … estou a 36 dias sem trabalhar com um 2544 que ninguem acha defeito nessa merda semi automatico… ate corrente de oracao estao fazendo.. assim que tiver pronto entrar num scania , desse mal jamais cairei novamente.

    • 02/06/2019 em 19:23
      Permalink

      Meu Axor está com 970.000 só ganho dinheiro ,Mercedes bens é o melhor custo benefício graças a Deus

Fechado para comentários.