PRF determina cumprimento imediato da suspensão dos radares móveis

por Blog do Caminhoneiro

A Polícia Rodoviária Federal publicou nesta quinta-feira, 15 de agosto, um ofício que determina o cumprimento da suspensão da fiscalização por radares móveis nas rodovias federais. A fiscalização em trechos urbanos e em rodovias estaduais não foi suspensa.

A ordem para suspensão da fiscalização por radares móveis foi dada pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro. A medida não vale para os radares fixos, que irão continuar funcionando e multando normalmente.

De acordo com o presidente, a suspensão da fiscalização é para evitar a multagem apenas para arrecadação, sem caráter educativo. Ele já falava em suspender os aparelhos desde a campanha eleitoral, no ano passado.

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que uma nova resolução sobre o assunto está sendo criada, e que os estudos técnicos já estão avançados.

Em outras oportunidades, o ministro afirmou que a instalação de radares fixos só será feita mediante estudo técnico que comprove sua eficácia para redução de acidentes.

O fim da indústria da multa é comemorado, principalmente por quem trabalha em rodovias, e que acabavam sendo multados em fiscalizações com radares móveis escondidos.

Apesar disso, os radares, tanto fixos quanto móveis, só multam quem está em velocidade superior à permitida para a via, que geralmente é indicada em placas espalhadas pelas rodovias.

Em alguns casos, a Polícia Rodoviária Federal flagrou veículos rodando em altíssimas velocidades, mais do que o dobro do permitido. Alguns carros esportivos e de luxo chegaram a ultrapassar os 200 km/h em rodovias em que a máxima é de 110 km/h.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

1 comentário

Davi 17/08/2019 - 11:20

Muito opressão a pessoas andao oprimidas com deprecao isso ajuda ser mais livre .nao podemos deichar nem uma eranca do pt.ok

Reply

Escreva um comentário