PRF intensifica fiscalização de caminhões na Ponte Rio-Niterói

por Blog do Caminhoneiro

Na manhã de ontem (3), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou um comando de fiscalização na BR 101, na Ponte Rio-Niterói, para fiscalizar e coibir o tráfego de caminhões em horário proibido e também o excesso de passageiros em vans.

Durante a operação, treze veículos foram flagrados com irregularidades. Um dos caminhões abordados contava com mais R$ 11 mil em multas da PRF.

Ao todo foram lavrados um total de 46 autos de infrações, além de quatro veículos removidos ao pátio, oito documentos de veículos recolhidos e uma carteira de motorista com suspensão ativa.

Resolução da ANTT

A resolução nº 2294 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) restringe o tráfego de veículos de carga na Ponte Rio – Niterói de acordo com a quantidade de eixos.

Caminhões “toco” (dois eixos) estão proibidos de passar pela Ponte das 4h às 10h da manhã, somente no sentido Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira. No sentido Niterói não há restrição de horário para passagem.

Enquanto os “truck” ou “trucados” (três ou mais eixos) não podem transitar na rodovia das 4h às 22h, em ambos os sentidos e dia da semana – e independentemente da carga ou da suspensão de um dos eixos.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

1 comentário

LUCIANO CARNEIRO DO NASCIMENTO 04/09/2019 - 13:15

vivemos em um país onde sempre temos que nos adaptar as exigências de um descaso de governo. O estado do rio de janeiro só tem uma entrada que é pela ponte ate parece uma boa a resolução da ANTT mas deveria ter olhos para a rodovia manilha Magé que só tem buracos e obras inacabadas onde se facilita pra a bandidagem roubarem os caminhes.
Já se passaram anos e anos e nada foi feito para melhorar o caos que é ter um Estado dividido,isto mesmo um estado dividido por uma ponte.
Cabe lembrar que o ESTADO coloca uma balança móvel na rod manilha Magé para ferrar com os motoristas, concordo com a disciplina mas para se dar exemplo temos que oferecer o minimo possível.

Reply

Escreva um comentário