A cada caminhão novo vendido, 3 usados são negociados




O número das vendas de caminhões usados no Brasil segue a tendência de crescimento das vendas de caminhões novos. Até 30 de setembro, foram negociados 272.307 caminhões usados no Brasil, crescimento de 2,27% na comparação com as vendas do mesmo período de 2018, quando foram negociados 266.263 unidades.

As vendas de caminhões novos foram de 74.747 unidades nos nove primeiros meses do ano. O crescimento foi de 40,65% quando comparado com o mesmo período de 2018, quando foram vendidas 53.145 unidades.

Traçando um paralelo entre as vendas de caminhões novos e usados, podemos dizer que a cada caminhão novo emplacado no país, 3,6 caminhões usados são revendidos no país. Isso se dá pela maior facilidade de compra e preços mais módicos dos veículos usados em relação a um Zero KM.

Somente no mês de setembro foram negociados 31.523 unidades usadas. O número é praticamente o mesmo de setembro de 2018, quando foram negociados 31.080 unidades, mais de mil caminhões diariamente.

Entre as marcas, a mais vendida entre os usados também é a Mercedes-Benz. A montadora alemã responde por 37,7% das vendas totais de caminhões usados.

Volkswagen é a segunda com mais vendas entre os usados. 21,9% das vendas totais são da montadora. Ford é a terceira, com 16,8% de partipação, seguida por Scania, com 8,3% e Volvo, com 7,8%. Iveco é a sexta colocada, com 4,3% das vendas de usados. Outras marcas correspondem a pouco mais de 2,9% das vendas.





Um comentário em “A cada caminhão novo vendido, 3 usados são negociados

  • 29/10/2019 em 10:03
    Permalink

    Tô precisando de comprar um e não estou achando jeito de comprar usado, os sem noção pedem bem acima de tabela em caminhões muito rodado sem contar que o juros do 0km e bem mais baixo.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!