Volkswagen apresenta caminhão elétrico na Fenatran e novidades em toda a linha

por Blog do Caminhoneiro

A Volkswagen anunciou, durante a coletiva de imprensa da empresa na Fenatran, que irá iniciar a produção do modelo e-Delivery, totalmente elétrico, junto com uma série de parceiros, como as empresas Bosch, CATL, Moura, Semcon, Siemens, Weg, Meritor e Eletra. Junto com a parceria com essas empresas nasce o e-Consórcio, que deve começar a produção comercial do modelo e-Delivery, de 14 toneladas, no início de 2020.

Nesse momento, a fábrica da Volkswagen passa por adequações para preparação da montagem dos componentes elétricos, energização dos veículos e inspeções de qualidade, em uma área designada exclusivamente para o e-Delivery.

Além do modelo de 14 toneladas, que irá sair de fábrica na versão 6×2, a Volkswagen irá iniciar a produção do modelo de 11 toneladas após a linha de produção estar finalizada.

Além do fornecimento dos veículos, a Volkswagen também irá fornecer toda a infraestrutura de recarga dos veículos às empresas, além de fazer o gerenciamento da vida útil das baterias desses caminhões.

O modelo será produzido com motor elétrico de 260 kW de potência, com autonomia de 200 km. A recarga é feita em 3 horas.

Além da versão elétrica, o Delivery também ganhou uma versão 4×4, para operações fora de estrada. Com ângulo de ataque de 30º, o modelo vence praticamente todos os obstáculos longe das estradas pavimentadas. A caixa de transferência foi desenvolvida pela Marmon Herrington, com duas velocidades.

Também está na Fenatran o modelo Delivery V-Tronic, com câmbio automatizado de seis marchas, que oferece mais conforto para o motorista e um ganho no lucro operacional de até 10%. Com esse câmbio são dois modelos, o Delivery 9.170 e o 11.180.

Outro modelo apresentado é o Delivery 4.160, que substitui o modelo 4.150, que oferece maior torque e mais potência que os concorrentes.

Constellation

O modelo semipesado Constellation 24.280 chega à Fenatran com novo câmbio automatizado V-Tronic, com 10 marchas, produzido pela Eaton. Esse câmbio oferece economia de 3% no consumo de combustível quando comparado com o modelo anterior, além de maior facilidade para manobras em baixa velocidade e em marcha-à-ré.

Essa nos transmissão conta ainda com Easystart, um assistente de partida em rampa, e também com sensor de inclinação, que faz o gerenciamento das marchas em terrenos inclinados e também um sistema de trocas mais inteligentes, que considera a velocidade, inclinação e carga do veículo.

Além do câmbio, os modelos Constellation ganharam novos pacotes Prime e Robust. Os modelos Prime oferecem mais conforto, silencio e acabamento melhor, contando com novos bancos de tecido impermeável e com suspensão a ar.

O modelo Robust é mais voltado para o trabalho pesado, com bancos de vinil, nova forração de assoalho e portas para facilitar a limpeza.

Além das melhorias no acabamento, a linha Robust ganhou novos integrantes. Chegam ao portfólio VW os modelos 14.190, 17.190, 17.260 e 24.260.

Outra novidade na linha é o Constellation 26.260 8×4, específico para operações de betoneira, com o destaque para o baixo peso. De acordo com a VW, essa é a betoneira mais leve do mercado com balão de 8m³.

Na linha MAN TGX, o destaque fica por conta do modelo 28.440, que ganhou suspensão pneumática, oferecendo mais conforto e proteção para cargas sensíveis. A suspensão a ar é oferecida como opcional.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário