Veículos emplacados não precisarão trocar para placas Mercosul

Apesar das placas Mercosul passarem a ser obrigatórias em todo o país a partir de 31 de janeiro, elas não serão obrigatórias para todos os veículos. A regra anterior previa a troca obrigatória de placas para todos os veículos, mesmo os que não fossem vendidos ou mudassem de cidade.

As placas atuais existirão em conjunto com as placas Mercosul indefinidamente, até o fim da vida útil dos veículos. As novas placas, no padrão Mercosul, serão obrigatórias apenas para veículos novos, ou para usados que troquem de cidade, ou em caso de roubo das placas ou substituição por danos.

“Da maneira como estava previsto na Resolução 729/2018, as placas custariam o dobro do preço das atuais e todos seriam obrigados a trocá-las. Seria um negócio bilionário para os fabricantes de placas evitado por nós”, disse o Presidente Jair Bolsonaro.

As novas placas foram criadas pelos países membros do Mercosul em 2014, e deviam passar a ser obrigatórias em 2016. Em razão de vários adiamentos e processos na justiça, a adoção vem acontecendo gradativamente ao longo do último ano.


QUER RECEBER NOSSOS CONTEÚDOS NO SEU WHATSAPP?
MANDE UMA MENSAGEM COM SEU NOME CLICANDO NO NÚMERO

042-98800-6519





RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL

Seu e-mail (obrigatório)


16 comentários em “Veículos emplacados não precisarão trocar para placas Mercosul

  • 03/02/2020 em 20:32
    Permalink

    Um carro com placa mercosul é mais ou menos como um revólver com numeração raspada.

    Resposta
  • 27/01/2020 em 07:54
    Permalink

    A robalheira decorrente de placas a tsrgetas é um absurdo e o MPF não faz nafa para i investigar. Em contagem chegamos a pagar mais de cem reais por um par de targeta. Para onde está info todaessa dinheirada?

    Resposta
  • 24/01/2020 em 08:35
    Permalink

    Ótimo, assim que se faz Presidente , agora so falta proibir o ( IPVA)

    Resposta
    • 25/01/2020 em 08:21
      Permalink

      A lei nao podia se tao branda asim tinha que vale mais isso nao vai melhorar nada pra nos so aumenta as dividas vamos investir esse dinheiro na saude gente

      Resposta
  • 24/01/2020 em 07:51
    Permalink

    Acho muito bacana essa nova forma de roubo aos bolsos dos cidadãos, para privilegiar alguns fabricantes, em sua maioria, policiais dos Detrans. Uma placa custa 10 reais, mas os bandidos cobram de 250 a 300 reais.

    Resposta
  • 23/01/2020 em 17:18
    Permalink

    primeira vez que fez alguma coisa que presta ainda assim tô em dúvida

    Resposta
    • 24/01/2020 em 08:36
      Permalink

      Isso já tava feito , ele so mudou

      Resposta
  • 23/01/2020 em 13:55
    Permalink

    Acho uma perda de tempo, só serve para arrecadar mais dinheiro, não acho mais segura pois se precisar fazer a denuncia de roubo fica mais difícil,memorizar e saber a cidade e o estado que pertence.

    Resposta
  • 23/01/2020 em 12:58
    Permalink

    Parabéns senhor presidente precisamos de políticos que pense no seu povo e não no enterece da minoria

    Resposta
    • 23/01/2020 em 16:48
      Permalink

      Isso, otário, enquanto isso ele enche o bolso dos filhos e da família com a rachadinha dos funcionários fantasmas.

      Resposta
    • 23/01/2020 em 18:47
      Permalink

      Ótimo achei muito certo inclusive não considero esta nova placa coisa segura pois nem lacre possui é muito fácil pra vagabu do trocar placas e os honestos que se……..

      Resposta
    • 25/01/2020 em 17:45
      Permalink

      Cheio de petralhas revoltados… Ô bicho burro !!!!

      Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!