Scania prevê vendas em alta em 2020 no Brasil

por Blog do Caminhoneiro

A Scania está prevendo que todos os segmentos em que atua terão crescimento em 2020. A montadora produz e vende caminhões, ônibus, serviços e motores industriais, marítimos e para geração de energia. De acordo com a montadora, o crescimento nas vendas de caminhões deverá ser de 10% a 15%.

“Para 2020, ainda existem algumas incertezas sobre os rumos das economias global e nacional, por isto estamos com um otimismo moderado neste momento. Mas, a fase da Scania no Brasil é ótima e nossas projeções são de crescimento em todos os segmentos”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

Em 2019 a Scania vendeu 12.755 caminhões no Brasil, que é o maior mercado de caminhões da Scania no mundo. Esse número é o maior volume de vendas dos últimos cinco anos, e também marca um crescimento de 47,6% na comparação com 2018.

Em fevereiro de 2018, a Scania iniciou a produção e as entregas da nova geração de caminhões, que teve mais de 12 mil encomendas. Somente o R 450 vendeu 5.348 unidades, sendo o caminhão mais vendido da Scania e o segundo mais vendido do país.

“O R 450 está mais rentável do que foi o R 440, com a promessa de 12% de economia de diesel sobre seu antecessor. A vocação para aplicações ainda mais variadas comprova a eficiente performance. O interesse dos clientes só aumenta”, disse Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil.

Para o segmento dos ônibus, a Scania prevê que o crescimento seja de 5%, na faixa de modelos acima de 8 toneladas. A Scania vendeu 901 ônibus em 2019 no país, sendo a grande maioria, 845, de modelos rodoviários.

O chassi K 360 4×2 é o ônibus mais vendido da Scania, com 305 unidades emplacadas em 2019.

“Esse produto é um sucesso. O resultado expressivo está ligado ao processo de renovação de frotas que atuam nas operações de linhas rodoviárias de curtas e médias distâncias, bem como do fretamento, que continua sua recuperação de mercado”, disse Fábio D´Angelo, novo gerente de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil.

Além dos veículos, a montadora também espera alta na venda de serviços. Nesse segmento, a Scania registrou um crescimento de 48% nas vendas, e mais de 60% dos caminhões novos já saiu de fábrica com alguns dos serviços conectados oferecidos.

Para 2020, a expectativa é de que a venda de serviços cresça 33%, com mais de 70% dos caminhões novos já vendidos com alguma modalidade de Plano de Manutenção Scania incluída.

O portfólio de Programas de Manutenção Scania (PMS) cresceu 48% em comparação com 2018 (de 10.749 para 15.950 veículos). O revolucionário programa com planos flexíveis, em que o próprio caminhão avisa quando deve parar, representou 47% do portfólio; em 2018 tinha sido de 29%.

Os Serviços Conectados registraram 30 mil veículos ativos, com um crescimento de 96% sobre 2018. Do total, 94% foram caminhões (28.200) e 6% ônibus (1.800). No mundo, a Scania já possui 432 mil veículos conectados. São duas opções oferecidas com os pacotes Análise (gratuito por 10 anos) e Desempenho (pago e mais completo).

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário