Deputado propõe suspensão da cobrança de pedágios no estado de São Paulo

por Blog do Caminhoneiro

O líder do PTB na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, deputado Campos Machado, requereu ao Governador, mediante Indicação Parlamentar, a urgente adoção de providências para a suspensão imediata da cobrança de pedágios em todas as rodovias paulistas, pelo período mínimo de 45 (quarenta e cinco) dias.

Na justificativa da propositura, Campos Machado aduziu os motivos que levam à necessidade de se evitar, ao máximo, o contato entre os motoristas e os colaboradores que atuam na cobrança, manual, das tarifas.

Para o presidente do PTB de São Paulo e secretário-geral nacional da agremiação, “todo tipo de contato humano deve ser evitado, para que possamos conter o avanço dessa terrível pandemia do novo coronavírus”.

Campos assevera, ainda, que a medida não prejudicará o erário, haja vista que o Governo de São Paulo já obteve, junto ao Supremo Tribunal Federal, a competente interrupção, por seis meses, dos pagamentos de suas dívidas com a União, além da recente decretação do estado de calamidade pública, permitindo “o remanejamento de recursos, movimentação de dotações orçamentárias por meio de transposição, transferência e utilização de reserva de contingência”, indicando, ainda, o fato da queda abrupta do movimento nas estradas, consequência direta da quarentena que está sendo seguida exemplarmente pela população.

Com a suspensão da cobrança de tarifa, haverá, inclusive, fomento da atividade de transporte de cargas e mercadorias, barateando os custos de frete e de preços finais, fato que beneficiará mais de 500 mil caminhoneiros autônomos no Estado de São Paulo, garantindo, assim, a normalidade no abastecimento e a segurança de todos.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

4 comentários

JOÃO CAVALHEIRO VAVALHEIRO 01/04/2020 - 15:55

É CLARO QUE VAI FICA NA CONVERÇA COMO ELES SÃO ACOSTUMADO LEVAR OS CAMINHONEIROS E OS CAMINHONEIROS NÃO TEM PRA QUEM SE QUEIXAR VOTARAN NO HOMEN

Reply
Ezequiel Neto 01/04/2020 - 09:31

Deputado demagogo…politiqueiro. Como é que as Concessionárias vão pagar salários, recolher impostos, garantir até o mesmo os serviços precários que oferecem aos usuários? Como tem político safado, oportunista.

Reply
Márcia Cristina da Costa 31/03/2020 - 15:25

Duvido que as concessionárias aceitaram!!!

Reply
Angelo 31/03/2020 - 17:01

O próprio ministro dos transportes já disse que é contra

Reply

Escreva um comentário