Dicas para manter seu carro sempre novo

por Blog do Caminhoneiro

Todo veículo é fabricado para durar muitos anos, rodar por muitos quilômetros, e escrever muitas histórias. Mas com o passar do tempo, sem o cuidado necessário, o veículo vai apresentar desgaste, sinais do tempo e precisar de manutenção corretiva.

Por isso, é importante cuidar bem do seu veículo, independente de marca, modelo, ano de fabricação e valor de mercado.

Nesse artigo, daremos algumas dicas para manter seu carro como novo mesmo depois de muitos anos, e evitar dores de cabeça.

Uma dica para manter o carro como novo é rodar com ele. Manter um veículo parado por muito tempo pode desgastar peças que foram feitas para serem usadas. É o caso de borrachas de vedação, buchas da suspensão e mangueiras que com o passar do tempo apresentam ressecamento e podem se quebrar.

Se for preciso deixar o veículo parado por longos períodos, o correto é deixar o tanque de combustível vazio, e desligar os cabos da bateria.

Além de manter o carro rodando, é preciso atenção com a manutenção preventiva. Acompanhar sempre o desgaste de peças, como suspensão, freios e direção evita gastos maiores com a manutenção corretiva. Geralmente, a maioria das peças dá sinais de que existem problemas. E o mais fácil é arrumar antes de estragar de uma vez.

Além da questão da manutenção, esses componentes estão diretamente ligados à segurança do veículo. Por isso é tão importante mantê-los em dia.

Outro cuidado importante é com o óleo lubrificante do motor, filtro de óleo e de ar. O óleo lubrificante evita o atrito entre os milhares de componentes do motor, que giram muito rápido quando o motor está ligado. Além disso, o óleo é responsável pela limpeza de possíveis depósitos de sujeiras que existam dentro do bloco do motor. O óleo precisa sempre seguir as regulamentações na ANP (Agência Nacional de Petróleo). Uma boa dica são os óleos produzidos pela Total Brasil. Todos são produzidos seguindo os mais elevados níveis de qualidade e desempenho para o motor do seu veículo.

A troca do lubrificante deve ser feita seguindo as recomendações do fabricante, que é de geralmente a cada 10 mil KM. Isso pode variar conforme o tipo de veículo.

Fique atento para usar sempre o óleo com a especificação de viscosidade correta para o veículo.

Além de substituir regularmente o óleo do motor, o motorista deve sempre providenciar a troca do filtro de óleo, que é onde qualquer partícula sólida que esteja dentro do motor será retida. Com o passar do tempo, o filtro vai ficando sujo, e pode perder sua função. Por isso, recomenda-se a troca do filtro a cada duas trocas de óleo.

Já o filtro de ar evita que poeira e outras impurezas sejam sugadas pela admissão de ar do motor, podendo comprometer componentes. Ele também deve ser trocado de acordo com a especificação do manual do veículo.

Não menos importante é o cuidado com a limpeza do veículo. Um carro sujo é um carro com história, mas o excesso de poeira, lama e outros podem comprometer componentes e arranhar a lataria.

Com essas dicas, esperamos que você e seu companheiro do asfalto desfrutem de muitos quilômetros juntos.

Artigos relacionados

Escreva um comentário