Onze caminhoneiros são autuados pela PRF por descumprirem a lei do descanso em Minas Gerais

A PRF flagrou onze caminhoneiros descumprindo a lei do descanso na madrugada de ontem, 28 de agosto, na cidade de Teófilo Otoni, em Minas Gerais. A abordagem ocorreu na BR-116, durante operação de fiscalização de veículos de carga, com intuito de verificar os períodos de trabalho e descanso dos profissionais.

Conforme a lei 13.103/2015, os caminhoneiros precisam ter, pelo menos, 11 horas de descanso a cada 24 horas, sendo que 8 horas precisam ser descansadas ininterruptamente.

Todos os onze caminhoneiros flagrados pela PRF excederam os tempo de trabalho nas últimas 24 horas.

Por isso, os caminhões ficaram retidos na PRF por 11 horas, para que os caminhoneiros pudessem descansar conforme manda a lei. Além disso, os caminhoneiros foram autuados.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

6 thoughts on “Onze caminhoneiros são autuados pela PRF por descumprirem a lei do descanso em Minas Gerais

  • 07/09/2020 em 09:22
    Permalink

    É uma piada essa lei do descanso. Feita por petistas certamente que não conhecem nada da realidade do transporte.

    Resposta
  • 04/09/2020 em 21:37
    Permalink

    Eu abandonei a profissão por esses tipos de coisas!!! A polícia faz só o trabalho deles. O motorista tenta pagar as contas e os políticos em Brasília não fazem nada pra ajudar os irmãos da estrada. Estamos sem respeito com a polícia e o cidadão de bem!!!!!!

    Resposta
  • 31/08/2020 em 17:42
    Permalink

    Meu ponto de vista, acho que a lei é injusta. Devido a falta de ponto de apoio, hoje se parar- mos para pernoitar em um pátio de posto sem abastecer, e cobrado, uma vergonha, pois, abastecemos muitas das vezes nem se quer usamos o banheiro.
    Em relação a essa lei muita das vezes ficamos o dia inteiro pra carregar, quando recebemos a NF pra viajar, a empresa simplesmente diz que é pro dia seguinte!
    Porque o poder público não fiscaliza as empresas, que manifesta nos, com um valor fictício pra burlar a lei e não paga o valor real.
    O problema é que a lei só serve para fiscalizar o trabalhador, que sendo autuado esse ano, pra trabalhar no ano seguinte ele tem que pagar.
    A PRF deixo meu Respeito.

    Meu Repudio aos agentes Estaduais Da Bahia Rod 093, ao Ceará Todas as Estaduais que exige uma tal De permissão que ninguém consegue tirar, eles se aproveitam pra extorquir o motorista.

    Resposta
  • 31/08/2020 em 13:54
    Permalink

    Pois é… pedágio pra caminhão toco 9,20 antes de Araranguá…. alegando dois eixos…rodado duplo agora é truck…. só pode tirar de quem trabalha mesmo…. vagabundo não paga conta muito menos multa…. infelizmente é o Brasil…

    Resposta
  • 29/08/2020 em 22:33
    Permalink

    Todo respeito ao trabalho da prf, mas é facil parar os motoristas, por q não vão prender ladrões q quando os motoristas dormem roubao pneus,modulos,oleo,farois e etc!! Pra exigir parada para descanso tem q dar pontos de apoio sem cobrar ora se pernoitar e ora se tomar banho, Local seguro para se parar! Isso ninguém fala de fazer! Só pedágios e mais pedágios! Brasil,um pais onde a banana ta comendo o macaco!! Q vergonha de ser Brasileiro q da as vezes!!

    Resposta

Deixe um comentário!

VW Constellation está sendo negociado na Holanda Caminhões mais potentes do mundo são chineses Conheça os caminhões mais potentes do Brasil Volvo FH 540 é o caminhão mais vendido do Brasil Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio