Mercedes-Benz apresenta o caminhão conceito GenH2 Truck, movido a hidrogênio

por Blog do Caminhoneiro

A Mercedes-Benz acaba de apresentar o novo Mercedes-Benz GenH2 Truck, um caminhão movido à célula de combustível de hidrogênio, que marca a estratégia tecnológica da Daimler para a eletrificação de seus veículos, desde a distribuição urbana até o transporte de longas distâncias.

O modelo conceito usa uma célula de combustível de hidrogênio, com autonomia de até 1.000 quilômetros. Os testes com clientes devem começar em 2023, e a produção em massa a partir de 2026.

Outra novidade apresentada foi o novo Mercedes-Benz eActros LongHaul, modelo totalmente elétrico a baterias, com produção prevista para 2024. De acordo com a MB, a autonomia será de 500 quilômetros.

Mercedes-Benz GenH2 Truck

Equipado com dois tanques de hidrogênio em estado líquido a -253ºC, perto do zero absoluto, com 80 kg de capacidade, que é aquecido e entra na célula de combustível, onde sua queima gera eletricidade. Do escapamento só sai água.

Equipado com dois motores elétricos de 312 cavalos de potência, com 1.576 Nm de torque cada um, o pesado pode transportar até 25 toneladas de carga, com 40 toneladas de PBTC.

Mercedes-Benz eActros LongHaul

Esse modelo será semelhante ao GenH2, com a diferença de ser movido com um motor elétrico a baterias.

A autonomia máxima deve ficar nos 500 km, e as recargas podem ser feitas de modo rápido, quando o caminhão parar para o motorista cumprir os horários de descanso estabelecidos em lei, ou durante a noite, quando o veículo fica na garagem.

eActros

A Mercedes-Benz já testa, com sucesso, a versão elétrica do Actros para distribuição urbana na Europa desde 2018. Com autonomia de 200 km, o modelo começará a ser vendido a partir do ano que vem.

Fim do diesel

Até 2022, o portfólio da Daimler Trucks em suas principais regiões de vendas – Europa, EUA e Japão – incluirá veículos produzidos em série com acionamento elétrico a bateria.

A empresa também pretende oferecer apenas veículos novos que sejam neutros em CO² na Europa, América do Norte e Japão até 2039.

Marcas

Além da Mercedes-Benz, a Daimler opera as marcas Freightliner nos Estados Unidos e Fuso na Ásia, com testes bem sucedidos com modelos elétricos.

Todas as marcas compartilham uma plataforma modular mundial, batizada de ePowertrain, que será a base tecnológica de todos os caminhões produzidos em série totalmente elétricos médios e pesados da Daimler Trucks – sejam alimentados exclusivamente por baterias ou por hidrogênio com base em células de combustível.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

 

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

DEOCLECIO DA SILVA 21/09/2020 - 21:58

boa noite preciso compra um caminhao bitruk graneleiro sem entrada e possivel ai com voceis

Reply
Celestino Gonçalves Filho 16/09/2020 - 13:50

Este veículo da Mercedes é confiável e tem uma grande empresa por trás. Até onde se pode enxergar, é produto que cumprirá o prometido. Devemos minimizar a poluição mas inciativas viáveis.

Reply

Escreva um comentário