NTC&Logística publica nota sobre ato de indígenas em acidente ocorrido no Paraná

por Blog do Caminhoneiro

Na última quarta-feira, 11 de novembro, um grave acidente ocorreu na BR-277, na cidade de Nova Laranjeiras, no Paraná. Uma van e um caminhão bateram de frente por volta das 16hs. O motorista da van morreu no local do acidente, e o motorista do caminhão foi levado a um hospital da região.

O que causou grande indignação foi a atitude de indígenas da região, que abriram a carroceria do caminhão, que estava intacta, apesar da colisão, e saquearam a carga, de lubrificantes e pneus.

O saque ocorreu por cima do corpo do motorista da van, que chegou a ser pisoteado, e depois foi arrastado para facilitar o roubo da carga.

A polícia rodoviária tentou intervir e foi atacada, com um dos agentes sendo apedrejado na cabeça. Quatro índios foram presos pelo saque da carga, posteriormente.

Apesar disso, vídeos mostram os agentes da PRF e outros caminhoneiros apenas assistindo, atônitos, o roubo da carga do veículo, mesmo com o corpo da vítima no chão. Não publicaremos os vídeos aqui em respeito à família do motorista falecido.

A NTC&Logística publicou uma nota oficial em seu site, destacando a insegurança a que os caminhoneiros estão expostos nas rodovias do país. Leia na íntegra a baixo:

NOTA OFICIAL

Causou indignação e revolta aos transportadores rodoviários de carga em todo o País fato ocorrido na quarta-feira (11), na BR -277 no Estado do Paraná, em Nova Laranjeiras, onde caminhão após acidente teve sua carga saqueada por indígenas da região, sem que as autoridades policiais presentes no local tivessem agido com eficiência para impedir o saque e assegurar a inviolabilidade da propriedade.

Mais grave ainda foi o ato de selvageria que se assistiu no local, quando o motorista da van envolvida no acidente, que morreu no local, foi pisoteado pelos saqueadores totalmente insensíveis e preocupados apenas com o saque de itens automotivos – óleos e pneus – produtos a serem vendidos em busca de ganhos ilícitos. Não se trata, como é óbvio, de saque famélico de alimentos por pessoas necessitadas.

A insegurança dos transportadores nas rodovias do País salta aos olhos diante desse fato, principalmente do motorista que no caso ferido foi levado a um hospital da região, mas também da empresa transportadora que tem seus bens – o caminhão e a carga – abandonados pelas autoridades, como se tivessem como única função cuidar e remover as pessoas vítimas do acidente.

É preocupante o descaso das autoridades com proteção dos bens do contribuinte, bem como com a falta de segurança nas rodovias brasileiras, ficando o transportador sob risco de assaltos, roubos, furtos e saques.

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) que representa as empresas de transporte rodoviário de cargas em todos o País e tem ela vinculadas doze federações e dezenas de sindicatos em todos os estados, manifesta às autoridades Federais a preocupação do transportador e espera providências enérgicas de apuração de responsabilidades e punição de crimes cometidos neste caso, a ainda outras visando dar segurança ao transportador que movimenta tudo que se produz e consome no País.

Brasília, 13 de novembro de 2020

Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística – NTC&Logística

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

7 comentários

Josè Valdir Pereira 16/11/2020 - 09:40

E isso é uma óbvia neclígência com os grandes empressários ,O que dizer em tão com os mais pequenos ,que sem dúvidas são os própios motoristas ,que estão na linha de frente todos os dias ,sem mesmo a devida atenção de seus patrões,opois todos sem exerção só estão preocupados comseus lucros,
eu sou caminhoneiro e já passei por isso na propia pele ,quando em um acidente fui desprezado pelo propietário da carreta em que eu estava trabalhando .

Reply
jucimar marins dos santos 16/11/2020 - 07:58

Eu entendo a indignação dos colegas e empresas,mas a PRF tbm tem direitos e deveres tbm e isso inclui a amarração de suas mãos no q diz respeito aos indígenas,onde as leis criadas por parlamentares restringe sua atuação no tocante a eles,por isso q não pode ser responsabilizada por não ter intervido nessa ação,onde poderia ter havido um confronto direto e possivelmente mortes,com isso,mais tarde os agentes poderiam ser indiciados e presos por uma lei q defende somente bandidos e não quem está do lado da Lei!
Os únicos culpados disso,são os parlamentares q usam de artimanhas pra cada fez mais atrapalhar o progresso e defesa de quem realmente está do lado da vdd e de bandidos!

Reply
Ezequiel Neto 15/11/2020 - 19:54

Isso aí não é nem coisa de selvagens e sim de animais travestidos de índios. Os policiais que se omitiram ao cumprimento do dever legal cometeram crime de prevaricação e devem ser investigados e punidos. A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística – NTC&Logística deve, além de divulgar “Nota”, denunciar os fatos e encaminhar os documentos e provas que dispõe, ao Ministério Público do Estado do Paraná.

Reply
Fulvio 14/11/2020 - 22:32

Boa noite!!!
Deveria ir atraz daqueles que iram comprar essas mercadorias pois alguém vai ter que comprar isso então a punição será de não poderem vender isso falta total de humanidade e respeito com o ser

Reply
Wagner 14/11/2020 - 16:55

Se foce motoristas em ato de protesto para para reventica melhorias para a classe , a PFR chegava metendo o pau em todo mundo .mais com os indígenas tem uma proteção especial, a polícia não pode nem encosta a mão neles. Vivemos num país de injustiça com a nossa classe ,aonde me parece que os sindicado dos motoristas não tem voz ativa com os nosso governandes .Umas das classe mais importante do país e também a menos respeita. Cadê o nosso presidente da República que teve da classe apoio em sua eleição?Só mente Deus pra intercede por nós.

Reply
Losanno 14/11/2020 - 15:23

Por isso q ta faltando motorista nas transportadoras , insegurança, salário baixo e fstltas de condições dignas, por isso q optei trabalhar na mineração.
Minha revolta a esses indígenas q pra mim são bandidos, e aos PRF q vendo não fizeram nada.

Reply
RODRIGO DA ROCHA DE AZEVEDO 14/11/2020 - 15:03

O pior disso tudo é a inversão de valores por parte das autoridades competente..que quando abordam nós motoristas profissionais, falta pouco chamar a gente de bandido, e nesse fato ocorrido na BR-277, praticamente vimos a PRF totalmente acovardada……fica aqui minha revolta e indignação…

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!