Ambev compra 1.000 caminhões elétricos FNM

por Blog do Caminhoneiro

A Fábrica Nacional de Mobilidade, conhecida como nova FNM, que produz caminhões elétricos em parceria com a Agrale, irá fornecer mil caminhões e vans elétricas para a Ambev até 2023. Os valores da negociação não foram revelados, mas a Ambev afirma que o projeto é viável economicamente devido ao menor custo por km rodado e de manutenção.

A Ambev tem uma frota de 5.300 caminhões em suas operações pelo Brasil, e cada caminhão elétrico FNM poderá reduzir as emissões de CO2 em até 126 toneladas. Inicialmente, um caminhão FNM 833 elétrico será usado pela empresa em operação no Rio de Janeiro, em rotas de até 100 quilômetros por dia.

A FNM participou, em 2019, de um programa de aceleração de startups da Ambev, e iniciou a produção dos primeiros caminhões elétricos em Caxias do Sul, no ano passado, em parceria com a Agrale.

Os caminhões contam com motores elétricos Danfoss, baterias Octillion e baús da Randon. A Agrale fornece chassi e cabine em fibra para a FNM, que instala nos veículos todos os componentes e a tecnologia elétrica.

Modelos elétricos

A FNM vai produzir, inicialmente, dois modelos, o FNM 832 e o FNM 833, com peso bruto total de 13 e 18 toneladas.

Além disso, a empresa irá fornecer futuramente uma tecnologia batizada de Re-Power, que instala a tecnologia elétrica em modelos já existentes, de maneira muito mais barata e rápida que a produção de um veículo elétrico completo.

Os modelos tem motores elétricos com 350 cavalos de potência, e torque de 3.500 Nm, que são entregues às rodas já na primeira rotação do motor, diferente de um motor diesel convencional, onde, normalmente, o torque máximo chega nas 1.100 rotações por minuto.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!