CNH Industrial confirma negociação para venda da Iveco ao grupo chinês FAW

A agência de notícias Reuters divulgou informações que obteve da CNH Industrial, onde a empresa afirmou que negocia a venda da montadora de caminhões Iveco para o grupo chinês FAW Jiefang. No ano passado, as negociações entre as duas empresas havia sido canceladas.

Um dos porta-vozes da CNH Industrial confirmou à Reuters que as negociações ainda são preliminares, e que nenhum acordo ou previsão de acordo foi alcançado até o momento. Essa fonte também afirmou que mais informações serão dadas em breve, visto que as empresas tem ações na bolsa.

No ano passado, o Grupo FAW Jiefang ofertou cerca de US$ 3,7 bilhões pela Iveco, mas o conselho da CNH Industrial avaliou que o valor estava baixo para dar segmento às tratativas do negócio.

De acordo com a Reuters, para o Grupo CNH Industrial, a venda da Iveco significaria o aumento do seu valor de ativos e a simplificação dos negócios.

Para o Grupo FAW, que produz diversos modelos na China, comprar a Iveco seria um primeiro passo para a expansão dos negócios para todo o mundo.

Além de comprar 100% da Iveco, o Grupo FAW pretende comprar parte da FPT, como estratégia de negócio. Todos os modelos Iveco usam motores FPT.

Outras empresas chinesas também estão interessadas na Iveco. Outro grupo que fez oferta pela empresa em 2020 foi o conglomerado industrial chinês Shandong Heavy Industry Group. De acordo com as informações obtidas, o valor ofertado por esse grupo foi de US$ 5,5 bilhões.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

4 thoughts on “CNH Industrial confirma negociação para venda da Iveco ao grupo chinês FAW

  • 08/01/2021 em 15:57
    Permalink

    Queta moço!! Kkkkk
    O que era bom vai ficar ainda melhor.
    Só que não.😃

    Resposta
  • 08/01/2021 em 08:40
    Permalink

    Agora já era a qualidade vai cair muito do Iveco

    Resposta
  • 07/01/2021 em 22:36
    Permalink

    Só falta isto para acabar com a marca

    Resposta
  • 07/01/2021 em 20:01
    Permalink

    Já não bastava o sinotruk agora vai vim o sinoveco

    Resposta

Deixe um comentário!

Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal CAMINHONEIRO SEGUE TRABALHANDO AOS 90 ANOS DE IDADE