Mais de 63 mil acidentes foram registrados nas rodovias federais em 2020

por Blog do Caminhoneiro

Dados divulgados pela Confederação Nacional do Transporte mostram que aconteceram 63.447 acidentes nas rodovias federais brasileiras em 2020. O número é 5,9% menor que em 2019, quando 67.427 acidentes foram registrados.

Apesar da queda no número de acidentes, a letalidade se manteve praticamente a mesma. 5.287 pessoas perderam a vida nesses acidentes, 0,8% menos que as 5.332 pessoas falecidas em decorrência de acidentes em 2019.

Esses dados fazem parte do Painel CNT de Consultas Dinâmicas de Acidentes Rodoviários, que foi atualizado, nessa quinta-feira (28), com os números de 2020, e foram disponibilizados pela Polícia Rodoviária Federal.

Entre as estatísticas do estudo, estão as rodovias BR-101, com 8.175 acidentes registrados, maior número do país, e também a BR-116, que é a que mais mata. Nela, 690 pessoas perderam a vida no ano passado.

Já o custo estimado ao Brasil por conta dos acidentes na rodovias federais, levando em consideração danos, custos do SUS e outros é estimado em R$ 10,22 bilhões.

“Reduzir o número e a gravidade dos acidentes rodoviários é promover o transporte no país, com benefícios claros à economia e à sociedade. Assim, desenvolver ações voltadas à melhoria das condições viárias, à capacitação dos motoristas e à segurança veicular são a melhor estratégia para a superação desse grave problema”, disse o presidente da CNT, Vander Costa.

Caminhões

Caminhões estiveram envolvidos em 13 mil acidentes, representando 17,6% do total de ocorrências registradas nas rodovias federais. Esses acidentes respondem por 836 mortes.

Mais dados

  • Brasil registrou 14 mortes nas rodovias federais a cada dia em 2020
  • O tipo mais frequente de acidentes com vítimas é a colisão
  • 54,8 % das mortes ocorreram aos finais de semana – sexta-feira (14,6%), sábado (17,8) e domingo (22,4%)
  • 81,8% dos mortos em acidentes são do sexo masculino
  • Foram 81 acidentes com vítimas a cada 100 km de rodovia federal no Brasil em 2020
  • BR-116 e BR-101 são as que mais matam no Brasil
  • Sudeste e Sul concentram os maiores índices de acidentes com vítimas
  • Rodovias do Nordeste são as que mais matam no Brasil
  • Minas Gerais é campeã em número de mortes e de acidentes nas rodovias federais
  • Distrito Federal registra cinco vezes mais acidentes por 100 km do que a média nacional
  • Maranhão, Tocantins, Bahia, Piauí e Alagoas registram os acidentes mais graves
  • Rodovias do Paraná concentram mais mortes de ciclistas
  • Nordeste é a região com maior número de mortes de motociclistas

Estudo completo

Para acessar todos os dados do estudo, CLIQUE AQUI.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados