Mercedes-Benz paralisa produção no Brasil devido ao agravamento da pandemia

por Blog do Caminhoneiro

A Mercedes-Benz decidiu paralisar totalmente a produção de caminhões, ônibus e vans em suas fábricas de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG), entre os dias 26 de março e 5 de abril. A montadora é a terceira a anunciar a paralisação das linhas de montagem devido ao agravamento da pandemia. Volvo e Scania fizeram os anúncios na segunda e terça-feira, respectivamente.

Além das três montadoras de caminhões, a Volkswagen também parou suas fábricas de automóveis no país.

De acordo com a nota enviada pela Mercedes-Benz à imprensa, a decisão foi tomada em conjunto com o Sindicato dos Metalúrgicos, visa contribuir com a redução de circulação de pessoas neste momento crítico no país, administrar a dificuldade de abastecimento de peças e componentes na cadeia de suprimentos, além de atender a antecipação de feriados por parte das autoridades municipais.

A montadora também confirmou que irá dar férias coletiva para grupos alternados de funcionários, de acordo com um planejamento das fábricas, ampliando as medidas restritivas para proteção dos trabalhadores.

A medida deverá reduzir o ritmo de produção da montadora, devido ao número reduzido de trabalhadores e às medidas de distanciamento.

A rede de concessionários e oficinas que atendem os clientes da Mercedes-Benz continuarão abertas, mas seguindo todas as medidas preventivas. Em estados em que existam restrições mais duras, as concessionárias poderão ser fechadas.

Os trabalhadores da montadora, do setor administrativo, continuarão a trabalhar em regime de home-office. A Mercedes-Benz tem mais de 10 mil funcionários no Brasil.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!