Ministério da Infraestrutura realiza reunião entre caminhoneiros e mercado financeiro

por Blog do Caminhoneiro

O Ministério da Infraestrutura realizou uma reunião para aproximar os caminhoneiros do mercado financeiro brasileiro, e também discutir ações do Governo Federal para atrair investimentos em infraestrutura.

“É preciso fazer o dever de casa e dar sinais inequívocos aos investidores que o Brasil toma medidas para diminuir o tamanho do Estado e aumentar segurança jurídica”, destacou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Ele ressaltou que existem demandas semelhantes dos dois setores, e acrescentou que o novo modelo de concessão de rodovias é outra ação relevante para a categoria.

Previsto para 29 de abril, o leilão da BR-153 entre Goiás e Tocantins já prevê que a concessionária coloque pontos de parada e descanso no trecho, além de pontos de internet sem fio e áreas de escape em pontos críticos.

O ministro também falou sobre o Documento Eletrônico de Transporte (DT-e), que vai eliminar dezenas de documentos em papel, concentrando as informações necessárias para transporte de cargas em um único aplicativo, o que vai reduzir a burocracia e diminuir custos para o caminhoneiro ao eliminar atravessadores e exigências desnecessárias para os fretes.

“Foi um dia muito produtivo para todos, e terminar falando sobre o DT-e foi pensado previamente, pois ele será o próximo passo da relação dos caminhoneiros com os contratantes. A categoria é parte primordial da formação do projeto e sabemos que quando ele começar a funcionar, será uma maneira rápida e autônoma de gerar oportunidades para todos”, disse o secretário nacional de Transportes Terrestres, Marcello Costa.

“É importante a gente ter a informação verídica para repassar aos colegas. Nós não teríamos caminhões se vocês não tivessem empresa e fizessem investimentos”, disse o caminhoneiro autônomo Janderson Maçaneiro, mais conhecido como Patrola, se referindo ao fato da reunião ter servido como fonte direta de informações sobre a composição do preço do diesel e a influência do dólar no valor final, além de destacar as similaridades e proximidades entre caminhoneiros e investidores.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

1 comentário

Gato Preto 05/05/2021 - 18:36

Oura conversa para enganar os desavisados e imprimir mais arrocho a nós caminhoneiros em benéfico do “mercado” que pensa somente neles!
Porque não ,fala a verdade sobre o preço do diesel que está sendo importado aos milhões de metros cúbicos enquanto as refinarias da Petrobras estão operando com redução de carga enquanto enviam nosso petróleo para ser processado lá fora?
Hoje na minha região o diesel já está a R$5,00 e tem locais que já passa desse valor e esses caras ainda falam em benéfico para caminhoneiros?
Conversa para boi dormir!!!
Eu tenho saudades do diesel a R$2,80, e os mesmos que ficavam choramingando naquela época, hoje ficam caladinhos!
Fazer arminha somente não muda nada!!!!

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: