Em 2006, um rodotrem de quase 1.500 metros foi dirigido na Austrália

por Blog do Caminhoneiro

A Austrália é um país bem peculiar, seja no seu território, fauna exótica e paisagens, mas também no segmento dos transportes rodoviários. O país é conhecido mundialmente pelo uso dos famosos road trains, com várias carretas engatadas transportando as mais variadas cargas. Geralmente, esses veículos tem cerca de 60 metros, dependendo da configuração.

Porém, John Atkinson queria mais, muito mais. Ele foi responsável por um feito incrível, em 18 de fevereiro de 2006, na região de Queensland. Nessa data, foram engatados uns nos outros, 113 implementos, dos mais variados tipos, totalizando impressionantes 1.474,3 metros. Essa composição monstruosa foi puxada por um único caminhão, um Mack Titan, por 150 metros, quebrando o recorde anterior, e entrando para o Guinness Book.

O recorde anterior também havia sido estabelecido na Austrália, com um veículo de 1.445 metros.

O feito é tão impressionante, que até mesmo os organizadores duvidavam que poderia dar certo.

“Você simplesmente não sabe se todos os reboques vão funcionar no dia, por serem dos mais variados tipos. Eram caminhões-tanque, pranchas, basculantes… Mas no final deu certo”, disse Mick Boyce, um dos organizadores do evento.

Além disso, para acoplamento dos implementos uns nos outros, faltaram dollyes. Elas precisaram ser trazidas de outro local, Toowoomba, por isso, acabou atrasando o início da operação.

O rodotrem gigante percorreu 150 metros, cerca de 10% do próprio comprimento, em 50 segundos, o que garantiu o recorde. O peso total ficou na casa das 1.300 toneladas, mesmo com os implementos vazios.

Volvo fez algo parecido, mas bem menor

T2016_0118O Volvo FH 16 750 equipado com a caixa de câmbio I-Shift Crawler, com duas marchas super reduzidas, foi capaz de arrancar engatado em uma composição de 300 metros de comprimento. O feito foi realizado em abril de 2016.

São vinte carretas, cada uma com dois contêineres cada. O peso total é de 750 toneladas, A distância total percorrida foi de 100 metros, e na cabine estavam Magnus Samuelsson, considerado o Homem mais Forte do Mundo e Brian Weatherley, um dos mais respeitados jornalistas de transporte do mundo.

Veja o vídeo

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!