Hyundai apresenta sua visão o transporte em 2040

Caminhões sem motorista, movidos a hidrogênio, com potências na casa dos 650 cavalos. É essa a visão que a Hyndai está esperando para 2040. A empresa anunciou sua nova estratégia nesta semana, chamada de Hydrogen Vision 2040, com tecnologias que devem ser lançadas comercialmente nos próximos anos.

Um dos grandes destaques da montadora é uma carreta “drone”, que pode realizar o transporte de cargas de forma totalmente autônoma, movida com hidrogênio, que tem dois rebocadores, posicionados em baixo do chassi. Todos os sistemas tecnológicos, como sensores e radares, ficariam instalados no veículo, que não precisa de nenhuma ajuda externa para ser operado.

A Hyundai espera que esse veículo seja capaz de rodar por até 1.000 quilômetros com um único abastecimento de hidrogênio. Os veículos, inicialmente, seriam aplicados em operações portuárias, com ambientes mais confinados e previsíveis, para, futuramente, serem liberados no tráfego de rodovias públicas.

Graças ao sistema de dollies elétricos posicionados sob o chassi, esses caminhões terão uma grande manobrabilidade. Batizados de e-Bogies, eles foram inspirados no sistema dos rodantes de trens. Como podem virar para qualquer lado de forma independente, poderão fazer o implemento andar de lado ou mesmo manobrar no lugar, girando no próprio eixo.

Esses veículos contam com um modo Modo Cluster, que permite que vários conjuntos se unam e viajem quase como um trem. Além de serem usados no implementos “drone”, também poderão rebocar carretas tradicionais, em qualquer tipo de operação.

Os veículos autônomos da visão de futuro da Hyundai estarão em evidência na exposição Hydrogen Village (HydroVILLE) em Goyang, Coréia do Sul, de 8 a 11 de setembro de 2021.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

Conheça os detalhes do projeto Roda Bem Caminhoneiro Scania já teve 13 séries especiais no Brasil Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia