Em 1969, caminhão Kenworth rodou por 10 mil quilômetros com velocidade média de 92,5 km/h

Há 52 anos, um caminhão Kenworth K125 rodou os Estados Unidos de costa a costa, ida e volta, em uma viagem de 108 horas. Foram percorridos 10.022 quilômetros na viagem, com uma velocidade média de 92,5 km/h. Mas o grande destaque aqui não é o caminhão, mas o motor!

Esse KW era equipado com um motor Allis-Chalmers 25000. A empresa, que era conhecida mundialmente pela produção de máquinas agrícolas, destacou os atributos de robustez e durabilidade de sua linha 25000 de motores rodoviários, que podiam equipar caminhões de várias marcas na América do Norte.

Essa viagem foi relatada em uma publicidade veiculada na época, mostrava que o motor, um 13,8 litros, com 385 cavalos de potência acoplado a um câmbio manual RTO-1213 de 12 marchas da Fuller, era um grande aliado para desempenhar viagens com alta velocidade média.

O KW K125 estava transportando um peso total de 33 toneladas, e fez a longa viagem de ida e volta com uma média de consumo de 1,95 km/l de diesel. Atualmente, essa é uma média ruim, mas na época não se pensava muito nisso, ainda.

Durante a viagem, o caminhão enfrentou terrenos montanhosos, mostrando que a velocidade máxima deve ter ficado muito acima dos 92 km/h.

Na peça publicitária, é dito que o caminhão era equipado com tração 6×4 e pneus 10×22 fornecidos pela BF Goodrich, e que, durante a viagem, o motor consumiu menor de 2 litros de óleo lubrificante.

Hoje em dia, a Allis-Chalmers faz parte da AGCO, e não produz mais motores para o setor rodoviário.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970 Conheça o transporte Piggyback, muito usado nos Estados Unidos