PRF flagra caminhoneiro dirigindo por mais de 24 horas sob influência de rebites

Na manhã de ontem, 20/10, na BR-116 em Aparecida-SP, policiais rodoviários federais em motocicletas abordaram um caminhão Ford Cargo transportando chapas de rochas ornamentais, com placas do Espírito Santo, sendo dirigido por um homem de 39 anos.

O motorista apresentava aparente cansaço, e, ao revistarem o interior da cabine, os policiais encontraram uma cartela de Nobésio Forte, conhecido como rebite, com seis comprimidos já consumidos.

O motorista informou aos agentes que usou a droga para suportar a viagem, entre as cidades de Castelo-ES e São Paulo-SP, cerca de 850 km.

Ao analisarem o disco do tacógrafo, os policiais comprovaram a longa jornada de trabalho do motorista, sem respeitar o descanso previsto na lei. Em cerca de 24 horas, o motorista havia feito apenas pequenos intervalos de parada.

Foi lavrado TCO para responsabilização criminal do envolvido e o veículo retido para que o motorista cumpra as 11 horas de descanso ou até a apresentação de condutor habilitado e em condições de conduzir o mesmo.

De acordo com a PRF, o uso destas substâncias para inibição de sono são um risco enorme para esses profissionais, bem como àqueles que utilizam as vias nos mesmos momentos que eles.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

Auxílio de R$ 1.000 para caminhoneiros é aprovado Conheça os detalhes do projeto Roda Bem Caminhoneiro Scania já teve 13 séries especiais no Brasil Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu