Mercedes-Benz apresenta o modelo Arocs no Brasil, em versão 8×4 com 150 toneladas de CMT

por Blog do Caminhoneiro

A Mercedes-Benz apresentou nesta semana o caminhão off-road Arocs 8×4, para operações como basculante em locais de a mineração, construção civil pesada e grandes obras de infraestrutura. No momento da apresentação do modelo, a montadora destacou que 200 unidades já foram vendidas, e as primeiras entregas serão realizadas ainda neste ano.

“O Arocs traz em seu DNA a origem alemã, destacando-se pelo seu alto padrão de qualidade e eficiência. Aqui, no Brasil, o Arocs 8X4 foi desenvolvido e intensamente testado pelos engenheiros da Empresa em operações severas fora de estrada e nos locais de trabalho de empresas que são referência no setor de mineração. Ou seja, esse nosso novo gigante off-road nasceu em operações reais brasileiras a partir da necessidade de nossos clientes”, destaca Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

O Arocs é um gigante pronto para enfrentar qualquer situação extrema com muita força e robustez, independente da topografia do terreno ou da rota de transporte, mesmo em temperaturas extremamente altas ou baixas, o veículo mantém excelente padrão de desempenho e produtividade, devido também aos avanços em tecnologia e conforto para os motoristas.

“Muito importante para nós é que o Arocs atende cada exigência que nós ouvimos diretamente dos nossos clientes. Por isso, eu não canso de repetir: As estradas falam e a Mercedes-Benz ouve cada voz. E agora também: as mineradoras falam e a Mercedes-Benz ouve cada voz delas”, diz Roberto Leoncini.

A cabine utilizada no caminhão é a mesma usada pelo modelo na Europa e o Peso Bruto Total é de 58 toneladas, com capacidade máxima de tração de 150 toneladas. O veículo pode ser equipado com caçambas de 20 a 24 metros cúbicos, garantindo alta produtividade nas operações fora de estrada.

“O Arocs 8×4 é a evolução da Mercedes-Benz no segmento off-road, que atendíamos, até pouco tempo, com o Actros 4844 8×4. Ele será a nova referência no Brasil em disponibilidade e produtividade nas operações fora de estrada, como também em conforto e praticidade. Aliás, mais de 200 unidades já foram comercializadas, com as primeiras entregas previstas já para este ano”, disse o executivo da Mercedes-Benz.

Apesar da semelhança com o projeto europeu, o Arocs brasileiro recebeu uma série de modificações e itens específicos para se adequar à realidade de operação no Brasil.

“Esse fantástico bruto para operações off-road chega ao País consagrado pelo sucesso na Europa e em outros mercados. Aqui, ele ganha uma série de características específicas para atender o Brasil e outros países com condições extremas de operação fora de estrada como as nossas, porque também será exportado, a partir do ano que vem, para a América Latina e outros continentes”, diz Ari de Carvalho, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil.

O motor escolhido para equipar a versão 8×4 do Arocs é o OM 460 LA de 13 litros, o mesmo que equipa a versão rodoviária do novo Actros, com potência de 510 cv a 1.800 rpm, com torque de 2.400 Nm a 1.100 rpm. O câmbio é o Mercedes PowerShift G340 de 12 marchas, totalmente automatizado. Os eixos traseiros são os Mercedes-Benz HL7 + HD7 com redução nos cubos, já consagrados no mercado.

Rodas e pneus são específicos para operação fora de estrada, com pneus OTR e rodas reforçadas exclusivas. Para evitar danos e reduzir os custos de reparação, o modelo recebeu parachoque reforçado com faróis protegidos.

Freios são a tambor em todos os eixos, com ABS e ASR, além da função Hill Holder, que mantém o caminhão parado em arrancadas em subidas, evitando que ele volte de ré quando o motorista muda o pé do freio para o acelerador. O freio de estacionamento eletrônico pode ser acionado automaticamente ao abrir a porta do caminhão com o veículo parado.

Os tanques de combustível de 400 litros e de ARLA de 25 litros do Arocs são fabricados em material plástico de alta resistência, e são instalados no mesmo lado do caminhão, facilitando o abastecimento.

Para o motorista, a cabine do Arocs oferece muito espaço interno e conforto, com 2,2 metros de largura, 1,6 metro de altura em frente aos bancos e túnel baixo de 170 mm, atendendo à norma ECE-R29, que garante que funcione como célula de sobrevivência em caso de impacto.

De acordo com a Mercedes-Benz, o caminhão chega ao mercado com preço estimado de R$ 1 milhão e 100 mil.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!