Segmento de ônibus rodoviários inicia retomada

por Blog do Caminhoneiro

O transporte coletivo rodoviário de longas distâncias começa a voltar à normalidade, graças ao avanço da vacinação no país, somado ao aumento da procura dos consumidores por viagens domésticas. Com isso, a expectativa é boa para a Scania e Grupo JCA, que estão apostando fortemente na retomada do setor de transporte rodoviário de passageiros ao longo dos próximos meses. O Grupo JCA espera ter um aumento de 40% em viagens de ônibus no último trimestre deste ano, mantendo a retomada gradual em 2022.

Esse crescimento na demanda também dá o pontapé inicial nos testes com um ônibus rodoviário movido a gás, pelo Grupo JCA, no início de 2022. Além do novo modelo em testes, a Grupo, que é dono de empresas como a Catarinense, Cometa, 1001, Expresso do Sul e Rápido Ribeirão, está investindo na renovação de frota, com 271 novos ônibus adquiridos.

“Mesmo neste período desafiador que estamos vivendo, com tantas incertezas, reforçamos nosso compromisso com os clientes ao investir em novos ônibus em parceria com sólidas empresas como a Scania, que garante chassis com um alto padrão de qualidade e de dirigibilidade na estrada. Adquirimos 159 novos veículos da marca para a operação do transporte rodoviário de passageiros”, explica Gustavo Rodrigues, diretor-presidente do Grupo JCA.

Mais da metade dos novos ônibus são Scania, e contam com tecnologias embarcadas de última geração, como o ADAS (Advanced Driver Assistance Systems), que auxilia o motorista na melhoria da condução e ajuda a prevenir acidentes de trânsito durante a viagem. O sistema ADAS pode acionar a frenagem de emergência avançada, além de medir a distância e a velocidade relativa de qualquer veículo na pista, para intervir e evitar acidentes. Também ajuda o condutor a manter um intervalo de distância constante em relação ao veículo à frente e avisa o motorista quando o ônibus sai de forma involuntária das faixas de rolagem, por meio da vibração da poltrona.

“Para nós é sempre um orgulho participar do profissional processo de compras do Grupo JCA, um dos maiores clientes de ônibus da Scania no mundo. Neste ano, fechamos 159 chassis, quase 60% do negócio total do cliente. Estamos participando ativamente das renovações e ampliações da frota das empresas comprovando a força da nossa parceria, pois nos últimos oito anos já vendemos 837 chassis para o Grupo”, afirma Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Soluções da Scania no Brasil.

A compra da empresa, dos modelos Scania, se divide em 115 unidades são do modelo K 360 4×2 e outras 44 do K 440 8×2, equipados, além do ADAS, com freio auxiliar Scania Retarder, o que aumenta ainda mais a segurança. Todos estarão conectados com o pacote Análise para gestão inteligente dos dados gerados nas viagens.

Gás natural

O ônibus movido a gás, que pode ser abastecido com gás natural ou biometano, será um Scania K 320 4×2. O modelo vai rodar em uma rota rodoviária no estado de São Paulo, que ainda será definida, pela empresa Cometa. O motor a gás da Scania opera em Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) movido 100% a gás natural e/ou biometano, ou mistura de ambos. Não é convertido do diesel para o gás, tem garantia de fábrica, tecnologia confiável e desempenho consistente e força semelhante ao diesel, além de ser mais silencioso.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!