Tombamentos de basculantes são comuns e perigosos – Saiba como evitar

por Blog do Caminhoneiro

Com o uso cada vez mais frequente de celulares para filmar operações de todos os tipos com caminhões, os flagrantes de acidentes também tem sido registrados com muita frequência. Entre os acidentes que mais se destacam está o tombamento de caminhões basculantes, principalmente as carretas com esse tipo de carroceria.

Para operação com esse tipo de caminhão, o cuidado precisa ser muito grande na operação de descarregamento, já que a carroceria pode inclinar e fazer com que o caminhão tombe parado.

O primeiro passo é sempre iniciar a operação de descarregamento com o caminhão alinhado e nivelado. Como alguns tipos de carga tem mais facilidade de ficarem grudados na carroceria, demorando para descerem, muitas vezes o implementos é levantado com muita carga na parte dianteira, o que pode facilitar o tombamento.

Sempre que possível, essa operação também deve ser feita em terreno firme. Como o peso do implemento é transferido totalmente para a traseira durante o basculamento, é fácil de os pneus afundarem em solos moles, causando o tombamento.

Outro detalhe importante é verificar se a tampa está aberta. Caso ela permaneça travada, a carga não sai e o risco de tombamento é alto. Ao carregar o veículo, também é preciso verificar se a carga ficou uniformemente distribuída na carroceria, evitando que fique mais peso de um único lado.

No momento do basculamento, o motorista deve permanecer na cabine, e a manobra não deve ser iniciada sem a verificação da área onde vai ocorrer. Principalmente no tocante às redes elétricas aéreas, e ao posicionamento de veículo e pessoas ao redor do caminhão.

Outro vilão pouco mencionado para a operação de basculamento é o vento. Se ele estiver forte e for lateral, deve-se evitar erguer a caçamba. E também é bom evitar o famoso tranco, para fazer o material descer, caso fique grudado.

Caso aconteça de o caminhão começar a virar, em eminente tombamento, o motorista deve permanecer na cabine, forçando o corpo contra o banco e segurando o volante com firmeza, claro, sem esquecer o cinto de segurança. E nunca se deve pular da cabine nesses casos. O risco de ferimento graves é maior.

Depois de descarregar. Espere a caçamba baixar completamente e desligue a tomada de força, evitando movimentar o veículo com a caçamba levantada.

Com caminhões, qualquer operação precisa ser feita com cuidado, para evitar acidentes como os mostrados nos vídeos que ilustram esse texto.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!