Vendas de caminhões em 2021 já passam do total vendido em 2020

por Blog do Caminhoneiro

As vendas de caminhões, apesar de uma leve queda em setembro, causada pela falta de componentes pela produção e feriado prolongado do dia 07/09, apresentam uma expressiva alta nesse ano. De acordo com a FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, foram vendidos entre janeiro e setembro, 93.745 caminhões novos no Brasil, superando o total vendido nos doze meses do ano de 2020, quando foram entregues 89.207 unidades.

As vendas mais baixas no ano passado foram causadas pela pandemia. Entre o final de março até junho de 2020, as vendas foram praticamente paralisadas em função das restrições causadas pelo Coronavírus. Neste ano, apesar da falta de componentes para produção, as linhas de montagem estão operando com máxima capacidade, e já existem encomendas com entregas previstas para junho de 2022 em algumas montadoras.

Além das vendas totais estarem em alta, as vendas de muitas montadoras também já passam do total vendido até o final do ano passado. Volkswagen/MAN, Volvo, Scania, Iveco, DAF, Hyundai, JAC, entre outras, já tem resultados melhores do que os registrados em 2020.

A Mercedes-Benz, marca que mais vende caminhões e ônibus no Brasil, ainda não passou o total vendido em 2020. Porém, a marca da estrela de três pontas tem obtido uma média superior às 3 mil unidades mensais, e deve passar a marca facilmente até o fechamento de outubro. A Mercedes-Benz é responsável pela venda de um em cada três caminhões novos no Brasil, desempenho semelhante ao das transações de caminhões usados.

Na comparação com as vendas registradas entre janeiro e setembro do ano passado, a alta é ainda mais relevante. No acumulado dos nove meses, entre janeiro e setembro, foram vendidos 49,87% de caminhões novos a mais do que as 62.550 do mesmo período do ano passado.

“Como acontece há algum tempo, nas vendas de caminhões, parte dos emplacamento de setembro é composta de pedidos realizados no meses anteriores”, destaca Alarico Assumpção Júnior, Presidente da entidade.. Ele afirma que a procura por esse tipo de veículo permanece com boa demanda, na maioria dos subsegmentos.

A Fenabrave também estima que as vendas devem crescer 43,1% neste ano, uma previsão bem mais otimistas do que aquelas apresentadas em janeiro e julho, que eram de 21,7% e 30,5%, respectivamente.

COMPARAÇÃO TOTAL 2020 E ACUMULADO 2021
MARCA VENDAS TOTAIS EM 2020 VENDAS ATÉ SETEMBRO DE 2021
Mercedes-Benz 30.081 28.133
Volkswagen/MAN 25.594 27.500
Volvo 14.975 15.643
Scania 8.704 11.764
Iveco 5.065 5.987
DAF 3.831 4.043
Hyundai 226 347
JAC 13 115
Ford 575 97
Foton 1 34
Agrale 17 26
JBC 13 13
Peterbilt 0 10
International 4 4
BYD 10 2
JMC 3 2
GM 5 1
Sinotruk 2 1
Spartan 0 1
Shacman 2 0
Renault 1 0
VENDAS TOTAIS 89.207 93.745

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!