Caminhoneiro fica em apuros ao pegar atalho pelo GPS

por Blog do Caminhoneiro

Talvez você já tenha entrado em uma estrada ruim ou que não permite a circulação de caminhões por causa do GPS. Por isso, muita gente diz que não se pode confiar 100% no aparelhinho. Confiando totalmente na tecnologia, um caminhoneiro chinês passou um grande aperto ao entrar em uma estrada de montanha, estreita e cheia de desfiladeiros.

O caso aconteceu no último sábado, dia 1º de janeiro, quando o motorista decidiu encarrar um trecho que seria um atalho para a viagem, na região de Changzhi, na província de Shanxi, na China.

De acordo com a imprensa local, o caminhoneiro não conhecia bem a região e não imaginava que a estrada ficaria tão perigosa, já que era um pista larga quando entrou no trecho. Quando não conseguiu mais avançar, ele acabou tentando voltar de ré, quando o caminhão ficou preso há mais de 100 metros da base da montanha.

O caminhoneiro acabou caindo com as rodas do caminhão em um dos penhascos, e o veículo ficou pendurado. Um equipe de resgate foi chamada e retirou o caminhoneiro e seu ajudante sem ferimentos. Já o caminhão precisou de mais tempo para ser removido. A estrada só foi liberada totalmente no dia 04 de janeiro, após o caminhão ser rebocado por quatro escavadeiras.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

3 comentários

Valter M. Laides 11/01/2022 - 11:19

Ah! Acabei esquecendo de explicar, porque se chama “Configuração”.
Para o perfeito funcionamento da ‘Configuração Exclusiva de GPS para Caminhão”, o motorista tem que alimentar a Configuração com as seguintes informações:
Marca modelo do caminhão, se é semi reboque, largura, altura,comprimento de todo o comboio, peso vazio, peso carregado, número de eixos e em caso de cargas perigosas o motorista tem que marcar qual é o tipo ou os tipos de carga que esta no seu caminhão, e assim o GPS vai indicar o caminho mais FÁCIL para o caminhão passar, desviando ponte, viadutos, túneis, Rodovias ou Ruas que não são habilitados para a carga existente no caminhão. Isso é válido para Ônibus, caminhões, carretas, bi trens, rodo trens e outros.

Valter M. Laides

Reply
Valter M. Laides 11/01/2022 - 11:07

Olá leitores do Blog do Caminhoneiro, me chamo Valter M. Laides, de Concórdia SC.
Sou o criador da Configuração Exclusiva de GPS para Caminhões, minha Micro Empresa Individual chama-se Rota Segura.
Quero em poucas palavras explicar como funciona um GPS (Sistema de Posicionamento Global).

Quando um motorista compra um GPS numa loja, ele sonha que o aparelho tem no seu conteúdo o que existe melhor no momento, e isso não é verdade, o conteúdo que esta inserido esta incompleto, contaminado e só tem o conteúdo básico por ser gratuito.
Muitas vezes colocam mapas que o programa do GPS comprado não consegue fazer a leitura. Ex. GPS com o iGO Primo, funciona igual relógio Suíço, com mapas da Here, é normal encontrar mapas da Tomtom, da Garmin, da Navistar, da Sigic, da Naviextras e outras tantas que passam de 30 tipos de mapas diferentes.
Cada um desses tipos possuem extensões diferentes e o iGO Primo não consegue fazer a leitura, e em consequência disso se torna um atrapalho, pois o GPS não consegue fazer a leitura e quando consegue faz a leitura errada por que o mapa que se encontra sobrando atrapalha no funcionamento dos outros.
Quando falo de CONTAMINADO, trata-se de conteúdo impróprio para o funcionamento, já encontrei GPS com programa espião no seu conteúdo e GPS não tem antivírus. Todos os mapas baixados da internet estão contaminados, e não possuem o CERTIFICADO DE REGISTRO que é fundamental para o perfeito funcionamento, só se encontra em Mapas Pagos, e não são só os mapas que fazem a diferença, vou citar um conjunto de pastas com mapas que não existem ou estão desatualizados ou não tem Certificado: Building, Dem, Global_cfg, Phoneme e Poi, Mas ainda assim não tem os mapas Speedcam e Userdata, esse dois últimos indicam toda a sinalização de transito, tipo: placas de velocidade, pardal, lombadas físicas e eletrônicas, radar e outras tantas.
Quando se fala em Caminhão o papo é outro, o motorista tem que confiar plenamente no GPS, e o GPS tem que estar com uma CONFIGURAÇÃO confiável ou seja, tem que ter mapas em todas as pastas, da mesma empresa que produz os mapas, senão não vai funcionar.
Ah! me desculpem, não citei o mais importante, eu fiz um curso e após isso, comecei a trabalhar no meu projeto da CONFIGURAÇÃO, foram 1 ano e 8 meses, passei 1 ano estudando o funcionamento de cada item, que somados chegam a quase 9 mil, depurei todos e após fui estudar quais eram os mapas que realmente fazem o seu verdadeiro trabalho e é confiável.
Testei mapas de mais de 10 empresas e o único que se comportou exemplarmente, foi o Here e para o seu perfeito funcionamento no Caminhão, são os seguintes: 3DC, 3DL, DEM, FBL, FDA, FDS, FJV, FJW, FPA, FSP, FTR, GLOBAL_CFG, HNR, HSP, KLM, LUA, PH, POI, SPC, TMC e TXT este último é uma programação para que o GPS faça a leitura exemplar de cada mapa em qualquer País.
Em tempo: O GPS funciona por satélite, não depende de sinal de celular, que se trata de um instrumento proibido para uso enquanto se dirige, gerando multa gravíssima e até a suspensão da carteira por 2 anos.

Quer viajar tranquilo sem nenhum problema por 11 países da América do Sul sem parar para pedir informação e sem contratar chapas, procure nos classificados do Blog do Caminhoneiro o meu contato. Para mais esclarecimento, estou a disposição.

Valter M. Laides

Reply
José Domingos dos Santos 11/01/2022 - 06:18

O GPS não sabe se você esta conduzindo um caminhão ou uma carreta a maioria do gps te guia como você estivesse dirigindo carro

Reply

Deixe um comentário!