Mercedes-Benz comemora exportação de 150 caminhões em CKD

por Blog do Caminhoneiro

DCIM100MEDIADJI_0011.JPG

Desde a década de 1970, a Mercedes-Benz produz e envia para diversos países do mundo, caminhões e ônibus completamente desmontados, ou em CKD. Essa sigla significa completely knocked down, e os veículos são enviados especialmente embalados, para montagem final nos países de destino.

Com as vendas registradas no ano passado, a Mercedes-Benz anunciou que chegou à marca de 150 mil unidades exportadas nesse regime de produção. Em 2021, foram 3.669 unidades exportadas, com média de 3.160 veículos por ano nos dois primeiros anos desta década de 2020. Na década anterior, de 2010, a média foi de 4.134 unidades por ano.

Atualmente, os caminhões e ônibus CKD – numa proporção de 40% e 60%, respectivamente – saem da fábrica de São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo, para plantas da própria Daimler Truck ou de representantes Mercedes-Benz na Argentina e no México, como também no Egito, Quênia, Argélia e África do Sul, no continente africano; e Indonésia, Taiwan e Vietnam, na Ásia.

“As vendas de veículos desmontados são muito importantes para o volume de exportações da Empresa, que também comercializa caminhões e chassis de ônibus integrais para o mercado externo. Além disso, contribui para o volume de produção das plantas de São Bernardo do Campo e de Juiz de Fora”, diz Achim Puchert, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina. “O CKD é uma importante ferramenta para expandir nossas atividades nos mercados de exportação e também cria emprego. Oferecemos, atualmente, produtos em CKD customizados aos clientes a partir de caminhões das famílias Accelo e Atego e de toda a linha de ônibus urbanos e rodoviários, do micro ao superarticulado”.

Mais de 170 colaboradores dedicam-se exclusivamente a essa operação na fábrica de São Bernardo do Campo.

“Parabenizo todo o time por esse marco histórico de produção, que é uma conquista admirável”, afirma Achim Puchert.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!