Ministério da Infraestrutura edita portaria que cria o Super Rodotrem e o Implemento de quatro eixos

por Blog do Caminhoneiro

Foram regulamentadas nesta segunda-feira, 14 de março, por meio de uma Portaria da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), assinada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, as combinações chamadas de Super rodotrem, de 91 toneladas, destinadas ao setor canavieiro, além dos semirreboques dotados de 4 eixos, o que vai aumentar a eficiência o transporte rodoviário de cargas no Brasil.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, apesar do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ter aprovado as resoluções 872 e 882, que tratam dos requisitos para transporte de carga, faltava a edição de uma portaria da Senatran estabelecendo o tipo de combinação de veículo de carga com 11 eixos e capacidade de carga de 91 toneladas. Com a assinatura da portaria pelo ministro Tarcísio, a decisão do Contran entra em vigor.

“O Contran aprovou e a Senatran agora detalha uma especificação sobre o uso desse reboque para os veículos que transportam cana-de-açúcar e os de granéis. Isso vai proporcionar maior eficiência no transporte da lavoura para a indústria, sem deixar de lado qualquer questão técnica de segurança”, afirmou o ministro, durante evento na sede da União da Indústria de Cana de Açúcar (Unica), em São Paulo.

Combinações

As configurações das Combinações de Veículos de Carga (CVC) com peso bruto total combinado superior a 74 toneladas e inferior ou igual a 91 toneladas destinadas ao transporte de cana-de-açúcar foram alinhadas diretamente com o setor, em estudo encomendado ao Observatório Nacional de Segurança Viária, bem como nas discussões das câmaras temáticas do conselho e em consulta pública.

“A portaria vai dar segurança jurídica e atender um setor tão importante para nós que é sucroenergético, uma indústria que vai ser importante para a eletrificação da frota com as baterias que vão tirar hidrogênio do etanol”, disse o ministro.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro | Com informações do Ministério da Infraestrutura

57 comentários

Newton 21/03/2022 - 17:12

Não ha pavimento que aguente estes tipos de veículos. É só olhar as tampas acentuadas das rodovias todas deformadas devido ao excesso de peso . A tração destes caminhões vão arrebentando tudo. Também observa-se nas passagens de lombadas mesmo dano ao pavimento devido as frenagens com estas cargas absurdas.

Reply
Thiago Borges Amorim 21/03/2022 - 12:47

So contra até bitrem deveria ser só até LS o frete que deveria aumentar pra que as estradas prestasse, e os caminhões não se sobrecarregar com tanto peso, se o Brasil começar a entender o mundo veria que isso não resolve nada. Vai ter que aumentar é as oficinas.. os estudos unidos funciona bem. Olha a potência dos caminhões pra puxar uma 2 eixos.. todos trabalham aliviados.

Reply
Adelson Bezerra 20/03/2022 - 19:32

Quero ver este monstro descendo o morro AZEITE , ou a BR 251 em dia chuvoso …

Reply
Guilherme Yule 18/03/2022 - 18:42

Não sou contra, muito pelo contrário. O que será muito nescessario, será uma fiscalizacao rigurosa tais como: rodovias seleccionadas, limites de velocidade para estes supercaminhoes.

Reply
Edmar Barbosa de oliveira 18/03/2022 - 14:42

Como já foi dita acima não temos asfalto pra tanto peso. Quanto ao que o Marcos Henrique disse lá em cima, não é aqui em Brasília que fazem as cagadas. Elas já vem com esses bunda sujas de todos os estados que os elegeram e deixam aqui a sujeira.

Reply
Antenor Carlos Canabarro 18/03/2022 - 12:00

Quanto maior menor o ganho, os cargueiros no máximo LS e cavalo trucado o resto só dá lucro para as transportadora o autônomo só bucha, sem esquecer nossas estradas não foram feitas para suportar o pesos que rodam…

Reply
Sergio Szulha 18/03/2022 - 11:33

Pois é já está dificil ultrapassar os de nove eixos com veiculos menores e caminhões menores devido a alta velocidade desses nove eixos que não respeitam distancia entre um veiculo e outro agora vai melhorar!??

Reply
IVAN VIEIRA RAMOS 18/03/2022 - 07:44

Como disse o colega , não vai sobrar carga para o pobre puxar , talvez seja isto que a elite queira , acabar com o autônomo, aí tem que aguentar os tontos em cima de um FH do patrão TD orgulhoso puxando carga ganhando 2000 na carteira , acorda Brasil

Reply
Wallace santos Santana 17/03/2022 - 17:07

E válido lembrar os pedagios caros e as rodovias que a cada dia estão cheias de motoristas sem experiência

Reply
Alaor Moura Lima 17/03/2022 - 15:14

Isso mesmo tem criar o super tritren com cinquenta pneu pra ninguém reclamar do preço do diesel e pedágio e nem dos asfalto ruim. É uma coisa mais ridícula do que a outra.

Reply
JEAN CARLOS NASCIMENTO ROGEBERG 17/03/2022 - 13:36

Vejam só, não temos BR para os caminhões que já circulam no país, agora um super caminhão, o país vai virar um buraco só, o Brasil precisa aprender que não temos condições hoje para isso, ainda mais num país corrupto que não leva nada a sério.

Reply
Túlio Duarte 17/03/2022 - 12:53

O super Rodotrem é para o setor canavieiro. Os cú sujo achando que vai puxa soja nisso ae kkkkkkkkkkkkkk

Reply
RUBÃO 17/03/2022 - 12:31

Eu acho que nem o 9 eixo deveria existir, quem dirá 11 eixos! Não temos estradas nem caminhão com potência para isso!!!!

Reply
Tag 17/03/2022 - 10:39

Logo logo em todas rodoviás do Brasil,foi assim que saiu o 9 eixo! Parabéns ao ministro que vai acabar com transporte rodoviário de cargas….

Reply
Matos 17/03/2022 - 10:33

Esse ministro quer afundar ainda mais o transporte rodoviário de cargas no Brasil,e o inimigo número 1 do autônomo

Reply
Larissa 17/03/2022 - 10:22

Fico imaginando a condições da estrada, a rodovia da minha cidade e como que vai ser ultrapassar essas carretas em vias de mão única com fluxo intenso. Resumo da ópera, vai gerar mais risco ao condutor, vai aumentar a responsabilidade do motorista, se três eixos já passava altos perrengues e vai encher o bolso de quem já tem muita $$$$

Reply
José Luiz 17/03/2022 - 09:19

Não existe rodovia para tanto peso e que também contribuindo para o tráfego ficar extremamente lento causando atrasos para os diversos usuários.

Reply
Antônio Carlos 17/03/2022 - 09:17

Com todo respeito não temos estrada pra estes monstros,e com os asfalto que temos o maldito sorisal que colocam e o governo não fiscaliza e se fiscaliza alguém tá levando algo. Basta ver a a rodovia 448 no RS e um tobogã ,sobe e desse .

Reply
Willians aparecido penha 17/03/2022 - 07:37

E o salário fica como ?
Caminhão maior , maior lucro para o patrão e o motorista fica com o que

Reply
Geraldo Aparecido de Souza 17/03/2022 - 07:27

Quero um p 120 toneladas

Reply
Iracema Pinto de Souza 17/03/2022 - 07:05

Muito mi-mi-mi. O Brasil precisa de Ferrovias e o ministro é um Engenheiro capaz é inteligente, está apenas resolvendo problemas desde que foi nomeado. Os problemas que todos vocês reclamam não tem nada a haver com essa nova medida, que apenas aumenta a eficiência do caminhão.
A segurança depende da Educação do piloto da máquina.

Reply
Rafael 17/03/2022 - 07:00

Muitos aí nem sabem oq e um caminhão nem como e melhor transportar uma carga … Um super rodotrem vai ter a carga mais dividida e não vai ter excesso…oq estraga as pistas são os excessos não e outra coisa ..e um caminhão d 32 toneladas querer levar 48 um d 35 levar 60 esses sim estraga as pistas …. Tem muito boneco esquerdista q nem sabe oq fala e nem conhece oq e transporte …

Reply
PROF RATTON 17/03/2022 - 06:59

Mais um absurdo que visa facilitar o lucro dos transportadores, aumentando a gravidade dos acidentes nas rodovias!
E aonde está disponível este “estudo” que determins a viabilidade de transitar um veículo com 91 toneladas sem caracteriza-lo como transporte especial? Tem um responsavel tecnico que possa responder pelos danos aos pavimentos e atentado à vida humana?

Reply
Marcos Henrique 17/03/2022 - 06:21

Acho que vc não conhece o trecho,pq nada tá bom pra essas pessoas quantos mais eixos mais peso e mais excesso infelizmente,no papel uma coisa e nas estradas totalmente outra

Reply
Marcos Henrique 17/03/2022 - 06:16

Agora vc disse tudo, não entendo esse nosso país muita ganância demais e eles lá em Brasília fazendo o que querem infelizmente

Reply
Marcos Henrique 17/03/2022 - 06:13

Pode arrumar do jeito que for nunca vai ficar boa não termos estruturas para esses caminhões e sem contar que além de aumentar os eixos ainda carregam o peso bem acima, resumindo então não adianta aumentar os eixos pra levar mais pq sempre vão colocar mais

Reply
Wender 17/03/2022 - 06:09

Só aumentando o tamanho do caminhão e nada de aumentar os frentes este é o Brasil😂✌️

Reply
RRS 17/03/2022 - 02:44

Enquanto o povo tá aí brigando pra regulamentar um tipo de transporte o autônomo está se afundando infelizmente no Brasil o povo é movido pela ganância de levar mas pra recompensar o frete que tá ruim pq não brigão pelo frete?

Reply
André Luís Felizari 17/03/2022 - 01:49

Pô gente , e quem já tem caminhão normal , vai ficar sem lucro ?? Ou sem preferência??? Ou todo mundo vai correndo comprar carreta nova???

Reply
Rogerio batista de souza 16/03/2022 - 22:40

Respeito todas as opinioes mas dizer q so caminhoneiro e quem faz loucuras nas estradas isso e demais. Tem muitos motorista de carro de passeio q nao deveriam ter direito a tirar a habilitaçao pois no meu dia a dia vejo o quanto cometem imprudencias. Deveriam fazer toxicologico tambem

Reply
João Batista Lima 16/03/2022 - 20:52

Boa noite para todos, voçes que estão comentando aí sobre o asfalto ruim acho que vocês não fazem viagem pelas estradas do nosso Brasil, pois tem que cobrar de quem está nos fazendo pagar pedágios caros é ficam limpando as margens dás rodovias é pouco concerto, muitas vezes a operação tapa buracos calombos ao longo da via , do Norte ao Sul com seis eixos paga -se mais de mil reais.

Reply
JOSÉ LEONIDAS SILVA 16/03/2022 - 20:39

No mínimo esse Super caminhão vai rodar na sala da Mansão desse cabeça de bagre desse Ministro meia boca… Incompetente ao extremo tal qual o “Lider” dele outro Asno… Vamos ver mais estradas com asfalto corrido para o acostamento… Parabéns à inutilidade,e viva os donos de Usinas que bancaram a campanha desse Governo de faz de conta…

Reply
Claudio 16/03/2022 - 20:34

Fico imaginando um brutão deste, ter que parar numa serra, na relargada o cavalo sai pulando, como estar em um rodeio.
Segura peão…

Reply
ALbert Gomes do Carmo 16/03/2022 - 17:11

Em quanto tiver motorista que não se valoriza…
Porque motorista profissional não trabalha nestas porqueira não…
Só o que bate no peito e fala que é profissional mais é tão idiota trabalhar pra receber 3000 por mês…,…

Reply
Paulo 16/03/2022 - 16:38

Enquanto os pobres ficam alí esperando um frete de 25 ou 30 toneladas os ricos vão andar com 91. Vamos ver o que sobra prá quem tem prestação do caminhão velho pra pegar.

Reply
Eurico 16/03/2022 - 15:25

Vai ser bom pelo um lado e ruim para o outro lado. Pois os pedágios vai ficar mas caros. E à única vantagem, é que vai dá uma aliviada nas balanças.

Reply
Ademilson Luiz Genari 16/03/2022 - 15:20

É parceiro mais um preguinho colocado no caixão do transporte brasileiro como sempre o “inteligente” do brasileiro aumentando peso pra suprir os fretes péssimos existentes o burro são eles entende

Reply
Alceu Martins Machado 16/03/2022 - 13:11

Por padrão nos EUA e na Europa os conjuntos tem um total de 5 eixos, será que eles estão errados e nós que estamos certos???

Reply
Alceu Martins Machado 16/03/2022 - 13:10

E dá-lhe colocar eixo!! Melhorar o preço do frete que é bom nada…

Reply
Mário Donizete Machado 16/03/2022 - 12:08

Sempre beneficiando os usineiro, ou será que o ministro acha que os caminhões de usineiros não danifica as rodovias? Além de serem comprovadamente sérios causadores de acidentes. Muito estranho este benefício

Reply
Walter José da silva 16/03/2022 - 12:04

Isso mostra à incompetência de nossos representante o Brasil não tem rodovias para esse tipo de veiculos já basta certo tipos de inrresponsavel que transitam cheios de drogas e bêbados com caminhões de grande porte

Reply
islande 16/03/2022 - 11:37

Vão acabar mais ainda com as estradas meu amigo um caminhão carregado com esse peso todo aí que você tá querendo veja bem um caminhão subindo solzão quente batendo aquelas falta o asfalto fica todo mole aí põe um caminhão para subir puxando esse peso todo ali enruga todo asfalto sem asfalto que a gente passa aí falta arrancar direção da mão da gente é asfaltado mas está enrugado por que que você não pensa aí de corrigir o frete para o Caminhoneiro abaixar o óleo entendeu seu negócio tabelado certinho um vocês estão escravizando o Caminhoneiro

Reply
Carlos Francisco de Oliveira 16/03/2022 - 11:02

Esses caras liberam isso, porque não usam estradas. Se usassem pensariam duas vezes essas merdas que é um perigo total para os automóveis quando na mão de caminhoneiro irresponsável. Tirando que o país não tem estrada para este tipo de veiculo.

Reply
Luiz alberto 16/03/2022 - 10:45

KD as estradas. Já quantos anos destas vias? Lembro-me caminhões trucados comuns.

Reply
Newton 16/03/2022 - 10:40

Um absurdo liberar estes veículos em nossas rodovias. Na Argentina, Chile e Paraguai não tem bitrem.Na Europa e USA também não tem . Os transportadores tem que fazer a conta. Se um caminhão transporta menos carga, isto quer dizer que precisa mais caminhões . Então o frete pode subir.

Reply
Jasiel Gomes 16/03/2022 - 10:20

Vai dar certo pra acabar com o resto das péssimas rodovias que tem no Brasil, pois com 09 eixos tem caminhão que roda com 80tn, imagina com 11 eixos.

Reply
WALDEMAR FERREIRA DA SILVA JUNIOR 16/03/2022 - 09:58

Isso vai destruir as estradas e acabar com o frete do Brasil.
Se já estava ruim para os caminhões menores ,agora piorou!

Reply
Vitor Gustavo Pereira Bustamante de Almeida 16/03/2022 - 09:45

Haja estrada

Reply
THIAGO FERRAZ 16/03/2022 - 09:32

Alguém já pensou que não vai mudar em grande coisa questão de estrada, tudo passa por estudos, então vai andar com peso bem distribuído. Pois o que eu mais vejo é caminhões andando com excesso de peso, então aí já dá uma aliviada né.

Reply
DIEGO PAZ DE MATOS 16/03/2022 - 09:12

Só vejo engenheiros comentando por aqui , só especialista kkkkkkkkk

Reply
Everson Moreno 16/03/2022 - 09:08

Também penso assim, já estamos com as estradas todas sucateadas, mesmo a pedagiada, exemplo aquela 153 do trevão de Uberlândia indo para o prata, começa no trevão a Goiânia sem condições de ser transitada, pena

Reply
Domingos Ancelmo Cardoso 16/03/2022 - 08:54

A prioridade devia ser a infra estrutura viária, que no momento não é condizente com o aumento de capacidade de carga, na logística vai favorecer minoria, uma vez que em grande parte do país ainda não há preparo de tráfego favorável, pra quem trabalha com frete, considerando valores de combustível, pneu e manutenção , será necessário novos ajustes

Reply
Francisco Alves de moura 16/03/2022 - 08:44

Esse novo implemento vai deixar o ainda mais barato, agora sim vamos pagar pra trabalhar

Reply
V.Silva 16/03/2022 - 08:34

Esses monstros vão destruir o asfalto das estradas.
Proposta infeliz desse pessoal.

Reply
Estevam 16/03/2022 - 08:18

Primeiramente, o Sr deve aprender a escrever e parar de matar a língua portuguesa. É atrás e não atraz…

Reply
Márcio Antônio Alves 16/03/2022 - 07:51

Alguém pensou que essa resolução vai piorar ainda mais as estradas, cujo asfalto já não é grande coisa?

Reply
Pedro 16/03/2022 - 07:23

Quero um modelo que seja um pouco mais alto atraz

Reply

Deixe um comentário!