Contran publica resolução que autoriza circulação de implementos dotados de eixo auxiliar elétrico

A Conselho Nacional de Trânsito publicou hoje no Diário Oficial da União a Resolução Contran Nº 956, de 17 de maio de 2022, que trata dos requisitos para produção de implementos rodoviários do tipo semirreboque que sejam equipados com eixo elétrico auxiliar. A tecnologia foi apresentada pela Randon em 2019, durante a Fenatran, como um sistema que usa energia recuperada durante frenagens para acelerar o implemento em aclives, reduzindo o esforço do motor, com consequente redução do consumo de combustível.

De acordo com o texto do Contran, o sistema poderá ser usado em implementos novos, que já saiam de fábrica com o sistema, e também em semirreboques usados, mas será necessária homologação para obtenção de Certificado de Adequação à Legislação de Trânsito (CAT).

O texto também diz que, apesar do sistema de tração, o implemento não poderá se tracionado de forma independente, sem o uso de um cavalo mecânico, o que é inviável, de qualquer forma.

Outro ponto importante é que a potência total do eixo auxiliar não seja superior à potência do cavalo mecânico, exceto se trata-se de veículo off road, desde que não utilize nenhuma via pública.

O sistema também deverá contar com sistemas de segurança, evitando descargas elétricas, aceleração em caso de acidente ou quando o caminhão estiver estacionado, e também com um sistema inteligente que entenda quando o caminhão está subindo ou descendo, para evitar que haja aceleração em descidas ou que o sistema faça a regeneração de energia quando o caminhão estiver subindo.

O sistema também precisará ser desativado complemente caso seja detectado que o ângulo entre o cavalo-mecânico e o implemento possa provocar instabilidade dinâmica no conjunto, como em curvas fechadas, por exemplo.

O Contran permitiu que a energia gerada pelo sistema possa ser usada para alimentação de sistemas auxiliares, como unidades de refrigeração e dispositivos de aquecimento que possam estar instalados no implemento.

Testes

Os implementos equipados com a tecnologia e-Sys, da Randon/Suspensys, começaram os testes com clientes em operações, reais, como a Transpanorama. Durante 30 dias, os veículos de testes serão monitorados para a coleta de dados sobre redução de consumo de combustível alcançado pelo uso do sistema de tração elétrico no semirreboque. Os condutores dos caminhões receberam treinamento com pilotos de testes do Centro Tecnológico Randon (CTR), onde ocorreram todas as fases de testagem até o momento.

Com conceito inovador e sustentável, o e-Sys é um sistema de tração auxiliar elétrico desenvolvido de forma exclusiva pelas Empresas Randon, em uma parceria entre Suspensys e CTR. Ele atua como sistema auxiliar de recuperação de energia gerada durante movimentos de descida e frenagem para momentos de necessidade de tração como subidas e ultrapassagens. Dependendo da aplicação, condição de carregamento e da condição da estrada, a economia de combustível pode chegar até a 20%, propiciando um menor desgaste dos componentes e contribuindo para uma menor emissão de gases e resíduos no meio ambiente.

Estimativas apontam que, com uma redução de consumo de combustível pelo uso do e-Sys na faixa dos 20%, a redução na emissão de carbono pode chegar a 96 toneladas por ano, por exemplo, trazendo uma importante contribuição para o setor de transporte no combate às mudanças climáticas.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970